Marco Aurélio libera ação sobre impeachment de Temer para julgamento no STF

Cabe agora ao presidente Ricardo Lewandowski marcar data para apreciação da ação contra Temer


Michel Temer assumiu presidência do Brasil
Michel Temer será investigado pelo STF
O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou para julgamento no plenário do Tribunal a ação que pede a abertura de processo de impeachment contra o presidente interino Michel Temer. O presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, deve marcar uma data para o julgamento do caso. A informação foi confirmada pela “TV Globo”.
Em abril, Marco Aurélio determinou a retomada do processo contra Temer, a pedido do advogado Mariel Márley Marra, após o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), arquivar o caso.
Marra recorreu ao STF em um mandado de segurança. Ele argumentou que Temer cometeu o mesmo ato da presidente afastada Dilma Rousseff, ao assinar decretos que abriram créditos suplementares sem autorização do Congresso. Na liminar concedida em maio, Marco Aurélio defendeu que é a Comissão Especial que deve identificar ou não elementos mínimos de crime de responsabilidade para dar continuidade ao caso e não a presidência da Câmara.
Na semana passada, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, solicitou a rejeição da liminar pelo plenário do STF. Para Janot, a decisão de Marco Aurélio extrapola o conteúdo do mandado de segurança apresentado por Marra contra Temer.
“Entende a Procuradoria-Geral da República inadequada a liminar deferida, porque ao Judiciário não é dado conceder liminarmente pedido que não apenas não foi formulado como também é mais extenso em seu alcance do que o pedido principal. Assim, deve ser cassada pelo plenário da Corte”, defende Janot.
Fonte: O Globo