PENSE EM UMA PELADA PORRETA!!!! - CLUBE DOS 50.


Gente da melhor qualidade!!!



Aumento de impostos x Planta de valores


 – O Prefeito Alexandre Von na entrevista que concedeu à TV Tapajós, disse que, se eleito, vai atualizar a planta dos valores dos imóveis. Para quem não sabe, esta atualização vai fazer com que aumente o valor venal de cada imóvel. Consequentemente haverá um aumento exorbitante do IPTU, já que a alíquota tem como base de cálculo o valor dos imóveis. Tem um servidor da Prefeitura que projeta um aumento na faixa de 50% a 80%. Estão querendo acabar com a economia sofrida do povo de Santarém.

Obras paralisadas


O Alexandre prega que não fez tudo e fará mais em vários setores da administração. Aí eu pergunto: Por que deixou três anos e meio sem concluir obras e mais obras e pede 04 anos para fazer mais, já que não fez quase nada? Estão paralisadas as obras da pista da Anysio Chaves; a da Fernando Guilhon; não foram construídos os Postos de Saúde prometidos, e as escolas, em grande parte, estão em estados precários. Cadê o amor por Santarém? 

MINHA PÉROLA: QUEM TE VIU QUEM TE VÊ!

Diante dos inúmeros crimes que a cada dia crescem mais em Santarém, com uma insegurança total para todos, me veem à memória as décadas de 80 e 90 nas quais Santarém era tida como uma cidade pacata, muito boa para morar e trabalhar, ainda com ares provincianos, tanto que as calçadas serviam de reuniões de famílias para o bate-papo à noite, sem qualquer receio. Hoje, já bem crescida e desordenada em termos de infraestrutura e segurança, já não se vai à calçada conversar, sob o risco de ser assaltado; não se anda à noite a pé ou de bicicleta; não se estar seguro em nenhum lugar. São roubos e mais roubos, homicídios e mais homicídios, assaltos a mão armada, tráfico de drogas incontrolável, visto que não há um dia na semana em que não se registrem mais de um fato criminoso. Quanta saudade eu tenho dos velhos tempos, quando o trânsito era bem monótono, quando as pessoas se conheciam e quando não havia os assaltos de hoje, além das drogas que correm soltas. Com este saudosismo eu digo: velhos tempos que não voltam mais!

Águaaaaaaaaaaaa...

 Moradores do bairro Santarenzinho, em Santarém, estão sofrendo com a falta de água há mais de uma semana. Na manhã de quarta-feira (21), sem o abastecimento nas casas, a população  se organizou  em filas para buscar água em uma escola pública do bairro. Enquanto isso, o Von do Bem, arrota realizações de seu governo com dinheiro público. Assim, mano velho até eu!!!

ALIMENTOS EM VIAS PÚBLICAS


A venda de alimentos na via pública deve ser regularizada, para que as pessoas que comercializam esses produtos saibam em qual categoria ela se enquadra, que licença ela precisa para poder vender seu alimento na rua. Mais que isso, um projeto do vereador Mathias Junior visa regulamentar também os alimentos vendidos sob rodas, que são comercializados em carros ou puxados por um veículo motorizado. O Vereador espera que a partir da regularização, esse será mais um espaço de fonte de renda e de geração de negócio econômico em Santarém.

ELEFANTE BRANCO


coluna-5

O vereador Dayan Serique, em contato com a coluna, está cobrando do Governo do Estado o início das atividades da Escola Tecnológica, localizada na rodovia Fernando Guilhon. “É triste a gente passar por lá e ver aquele prédio pronto e abandonado. O que falta para funcionar? Enquanto isso, o dinheiro do contribuinte escorre pelo ralo. As obras do Governo do Estado não avançam em Santarém. Isso é uma vergonha. Temos ainda o estádio e o ginásio que não conseguem ser entregues”, disse o Vereador. Enquanto isso, jovens que precisam e querem estudar, têm que alcançar seus objetivos em outros centros mais avançados.

PROLIFERAÇÃO DE LIXO


coluna

Uma leitora encaminhou denúncia à coluna falando sobre o desrespeito e a falta de educação de quem administra um hotel localizado no bairro do Maracanã, que está jogando lixo na rua que passa por trás do hotel, enquanto que o carro da coleta poderia recolher quando passasse pela Fernando Guilhon. O recado está dado.

Mente esse caboclo?????

(Merenda de Qualidade na Propaganda, na realidade é outra)
whatsapp-image-2016-09-21-at-11-09-44

“Parabéns aos governantes e ao ministério público que aceita essas mentiras… Essa é a merenda servida na escola José Operário e Mário Fernandes Imbiriba”.

O Povo reclama...

(Mas será???)
“Rápida e rasteira, como quem pede votos e depois desaparece na poeira do esquecimento eleitoral. Segundo informações, desde a semana passada, os carros da Seminfra estão sem combustível. E dizem as más línguas que o combustível dos carros está sendo retirado e colocado nas máquinas que fazem limpeza nas ruas onde acontecem as caminhadas do prefeito e seus fiéis escudeiros. Verdade ou mentira? Eis a questão. Seja como for, faz parte das crônicas da cidade esquecida’. (Carlos Cruz)

Jovem é encontrada morta nas águas do lago do Juá

A Polícia investiga a morte de Ana Carina Sousa, moradora do bairro Maracanã.


anacarolina620
Corpo de Ana Carina foi localizado sob galhos de árvores.
No final da tarde de sexta-feira (23), a Polícia Militar foi acionada por populares que encontraram na margem do lago do Juá, o corpo de uma mulher. Após o levantamento das primeiras informações, a polícia conseguiu a identificação da vítima, trata-se da jovem Ana Carina Sousa, moradora do bairro Maracanã.
De acordo com informações, a jovem estava acompanhada com um grupo de pessoas, desde as 6h, em um balneário que fica próximo a ponte do Juá. Segundo populares, o grupo foi até o local logo após ter saído de uma festa.
A Polícia Civil acionou a equipe do Centro de Perícias Científicas Renatos Chaves, que realizaram o levantamento do local do crime e remoção do corpo da jovem, para posterior realização do exame de necropsia que determinará de fato a causa morte.
A suspeita é que ela tenha sido morta por asfixia, por um dos homens que estava em sua companhia no balneário.
RG 15 / O Impacto

Trapiche de madeira da orla de Santarém ameaça desabar

Estrutura está comprometida e local se transformou num risco para as pessoas



trapiche-ameaca-vida-de-pessoas-na-orla
Trapiche ameaça vida de pessoas na orla
Um dos cartões postais de Santarém, conhecida como a Pérola do Tapajós, o trapiche de madeira que seria utilizado como mirante, localizado na Orla da cidade, corre risco de desabar. Muitos freqüentadores e turistas se afastaram do local, por conta das precárias condições de sua infraestrutura.
No cenário antes de divina beleza natural, surge a degradação originada pela madeira apodrecida que teima em segurar a estrutura do trapiche. Conclusão, o local se transformou num risco para os freqüentadores da Orla.
A reclamação é constante entre pessoas que frequentam o trapiche nos fins de tarde para ver o pôr-do-sol. Quem utiliza aquele logradouro público constata diversos problemas, como: ripas apodrecidas e se desprendendo da estrutura; corrimão de madeira com diversas falhas, além dos pilares apodrecidos.
O local é frequentado por turistas, pescadores e famílias, porém, as pessoas estão com medo de  que algo grave aconteça. “Pode ocasionar de uma criança cair com uma tábua dessa quebrada. Que a Prefeitura viesse aqui para olhar e verificar a madeira podre e as que estão se soltando. Uma coisa tão simples”, disse um freqüentador do local.
A estrutura foi construída há pouco mais de 5 anos e tem 60 metros de comprimento, porém, não oferece segurança e nada que impeça alguém de cair. O lugar é constantemente freqüentado, também, por casais de namorados, mas pouca gente se arrisca a ficar no local durante a noite, com medo da estrutura desabar.
Trabalhadores das proximidades contam que já viram muita coisa errada acontecer. Eles dizem que não entendem o motivo da construção dessa estrutura. “Se uma criança sair daqui e, seu pai ou mãe se descuidar, ela pode cair na água ou na terra e é fatal. As autoridades deveriam ter feito alguma coisa mais aconchegante, mais segura. Era para ter um vigilante, um segurança para a pessoa ficar mais à vontade. Quando chega a noite, acumulam pessoas e os riscos aumentam”, afirma o comerciante Raimundo Roque.
A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) informou que o setor responsável está fazendo um estudo sobre os pontos críticos do local.
Por: Carlos Cruz
Fonte: RG 15/O Impacto

Família é feita refém durante assalto em Mojuí dos Campos

Policiais do Grupo Tático foram acionados, fizeram a negociação e conseguiram libertar os reféns



policiais-do-tatico-negociam-com-bandidos
Policiais do Tático negociando com bandidos
A manhã deste domingo (25) foi bastante assustadora para a família do empresário Raimundo Dadá, quando a residência que moram foi invadida por quatro homens fortemente armados e fizeram o empresário, a esposa, filha e mais um funcionário de reféns.
Segundo informações, três homens ficaram na escadaria da residência com um refém e outro ficou trancado no quarto da casa com a família do empresário. O Grupo Tático Operacional da Polícia Militar foi acionado. Negociações foram feitas, os bandidos exigiram coletes e foram atendidos. Ocasião em que se entregaram. O assaltante que estava trancado no quarta com a família do empresário também se entregou.
Graças a Deus ninguém saiu ferido. Os quatro assaltantes foram levados para a Seccional de Polícia Civil de Santarém, onde estão prestando depoimento. O empresário Raimundo Dadá, esposa, filha e empregado foram levados para o IML para realizar exames. Raimundo Dadá é candidato à prefeitura do município de Mojuí dos Campos.
Fonte: RG 15\O Impacto

Ana Elvira: “Caixa dois e licitações fraudulentas dever ser punidas pelo MP”

Vereadora diz que MP tem obrigação de investigar irregularidades administrativas


vereadora-ana-elvira-faz-a-denuncia
Vereadora Ana Elvira faz a denúncia
A vereadora Ana Elvira, em declaração ao jornal O Impacto, emitiu sua opinião no caso de licitações fraudulentas, fato que recentemente foi revelado através do jornal O Impacto pelo empresário Alberto Marques Júnior contra o governo de Alexandre Von, sobre compra de produto asfáltico superfaturado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura. Tal denúncia foi protocolada pelo empresário na Câmara Municipal de Santarém na terça-feira, dia 20, pedindo que seja aberta uma CPI para que os fatos sejam apurados; bem como o empresário protocolou a denúncia no MPE e TCM. Ana Elvira, que além de Vereadora é advogada, ressaltou que na época em que era Secretária de Assistência Social, no governo da petista Maria do Carmo Martins, não existia esse tipo de irregularidade administrativa.
“Esse processo de licitações, na época em que era Secretária de Ação Social, costumava sempre realizar de uma forma muito transparente e democrática; procurava nem me envolver. A equipe que trata de licitações tem que ter certa independência, rigor e conhecimento da Lei, para que ninguém seja prejudicado”, disse ela, explicando que: “Licitação é um processo muito sério, porque envolve dinheiro do povo e o povo merece que o dinheiro público seja usado de forma correta e transparente. Sou a favor que as licitações fraudulentas têm que ser levadas ao conhecimento do Ministério Público, que tem obrigação de investigar qualquer erro na administração pública, principalmente quando envolvem vultosas quantias em dinheiro”, disse a Vereadora.
“No governo da ex-prefeita Maria do Carmo, a equipe de Licitação era formada de pessoas com conhecimento dentro da matéria, agindo de forma independente, e acima de tudo, dentro da Justiça. Quem faz licitação fraudulenta tem que ser penalizado, seja de que partido for”, afirmou Ana Elvira.
CAIXA DOIS: A punição rigorosa é imediata ao gestor que faz Caixa Dois, seja Prefeito ou Governador, segundo alguns parlamentares na Câmara Federal, foi posto em votação no apagar das luzes. Este foi um dos temas pela equipe do jornal o Impacto na conversa com a vereadora Ana Elvira Alho (PT). “Se a Lei proíbe que se faça Caixa Dois, eu acredito que deve sofrer punição quem usar dessa prática. O rigor dessa proibição deve ser para todos que cometem esse tipo de crime, não apenas para alguns, todos devem ser penalizados, não só para alguns partidos, como estamos assistindo”, disse ela.
Na opinião da Vereadora, existe um claro direcionamento das denúncias de corrupção feitas por alguns veículos de comunicação também ao Partido dos Trabalhadores, do qual ela faz parte. “O que se observa abertamente é que a Justiça está pendendo, se direcionando para alguns partidos, para outros não. Essa prática vem se arrastando há muitos anos e, com certeza os culpados devem ser punidos”, finalizou Ana Elvira.
Por: Carlos Cruz