Praça abandonada se transforma em antro de desocupados

terça-feira, abril 26, 2016 0 Comments

Placa de revitalização da Praça Tiradentes está sendo deteriorada pelo tempo

Placa com dados da obra está se deteriorando pelo tempo
Placa com dados da obra está se deteriorando pelo tempo
Tem coisas que parece não ter fim, como por exemplo uma administração que perde seu foco, ou uma obra que não tem prazo para terminar. É o caso da Praça Tiradentes, que a exemplo de muitas outras no governo Alexandre Von, está longe de ser concluída.
Uma placa suntuosa, porém, desgastada pelo tempo, pois foi afixada em 2014, falando dos 365 mil e uns quebrados de reais que seriam gastos na reforma, ainda permanece, mostrando que um dos patrimônios artísticos e culturais da cidade- que na década de 90 servia de palco para a encenação da peça Paixão de Cristo- está abandonado por completo. A tal “reforma” para santareno ver e se convencer que o governo não cuida do patrimônio cultural da cidade, está em andamento em ritmo de câmera lenta, isso nos dias em que não chove.
Em lugar de crianças brincando, o que se vê são estudantes “matando” aulas, fazendo gazetas, uns tantos jogando dama e dominó e “papudinhos” bebendo cachaça. Nada mais de produtivo, nem que desperte senso de orgulho dos santarenos, só vergonha em ver a Praça Tiradentes em estado lastimável.
A esperança é que pelo menos o governo Alexandre Von termine esta obra, ou então, vai atravessar para o novo governo, e quem sabe, terá suas obras concluídas, ou não.
UMA PEÇA TEATRAL QUE VIROU DRAMA: Palco de encenações teatrais, a Praça Tiradentes e sua reforma inacabada são termas para o drama que se transformou o tão famoso logradouro público.
Primeiro Ato – As obras avaliadas em mais de R$ 300 mil, divididos nos cofres públicos do Município e do Estado. De acordo com a placa fixada no local, o prazo de conclusão da revitalização era de três meses após o início dos serviços.
Segundo Ato – Em novembro de 2014, a Prefeitura de Santarém anunciou que o espaço tradicional na orla da cidade estava ganhando “cara nova” e seria, novamente, utilizada por todas as famílias. Ainda em 2014, a Praça Tiradentes começou a ser revitalizada pela Prefeitura, através da Seminfra, em parceria com o Governo do Estado. Na época, a Prefeitura garantiu que o projeto de urbanização da Praça contemplaria, entre outras benfeitorias, passarelas, uma quadra de esportes, o palco que estava sendo reformado, o passeio com revestimento de cerâmica, além de nova iluminação pública.
Terceiro Ato – Nas poucas visitas que fez ao logradouro público, o prefeito Alexandre Von, em conversa com moradores, entre um café e outro, afirmou que o objetivo seria entregar o espaço à população, transformando a Praça Tiradentes, novamente, em opção de lazer para todas as famílias. Acontece que se passaram mais de um ano depois do prazo marcado, as obras continuam paralisadas e o material de construção sendo furtado por populares.
O Prefeito não deu mais as caras, em contrapartida, moradores afirmaram que não vão mais servir café nem bolo para o gestor e sua comitiva. Só água quente.
SEMINFRA COMBATERÁ OUTDOORS IRREGULARES E TELÕES ESPALHADOS PELA CIDADE: Uma medida das mais acertadas foi tomada pelo titular da Secretaria de Secretaria de Infra-estrutura de Santarém, Edilson Pimentel, visando moralizar a cidade. Trata-se da retirada de outdoors de péssimo gosto ou em excesso em determinadas artérias da cidade. A medida é extensiva aos telões que chamam a atenção indevida de motoristas, também as placas que se projetam para a rua, em muitos casos até provocando acidentes fatais, por prejudicarem e muitos casos até a sinalização, estão na mira do Secretário e seus assessores.
Mesmo miando muito, os churrasquinhos de gato clandestino e seus donos, devem ser retirados da orla e outros lugares indevidos. Foi essa uma das medidas anunciadas pelo secretário de Infra-estrutura, Edilson Pimentel, em reunião com os lojistas, na semana passada, na sede do CDL, em Santarém. “Se não for ambulante legalizado, sai”, afirmou o Secretário. Mesmo estando legalizados, a medida vai atingir quem usar o espaço da calçada com mesas e cadeiras, obstruindo os pedestres. Porém, o que tem acontecido e está minando a cidade, é justamente a falta de bom senso, com donos de bares e restaurantes invadindo o espaço de maneira iregular.
“Esta é uma recomendação que não é nossa, é uma cobrança feita pelo Ministério Público”, justifica o Secretário.

Por: Carlos Cruz
Fonte: RG 15/O Impacto

One Response to Praça abandonada se transforma em antro de desocupados

  1. fui diz:
    Sinceramente é cada figura incapacitada que o povo escolhe para ser seu representante. O problema nao está no Alexabdre Vomito: O problema está emm quem ho elegeu.

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.