Em maus lençóis

sábado, maio 21, 2016 0 Comments

 – O deputado Waldir Maranhão, aquele bonachão que não tem capacidade para ser nem assessor de parlamentar, agora entrou noutra fria. Nos dois últimos anos o presidente interino da Câmara atuou paralelamente como “professor fantasma” da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), recebendo salários mensais de cerca de R$ 16 mil, tudo de forma absolutamente irregular. Os pagamentos, realizados entre fevereiro de 2014 e dezembro de 2015, somaram R$ 368.140,09. Por lei, qualquer servidor público que assume mandato de deputado tem que pedir o afastamento imediato de sua função inicial para, então, exercer seu cargo e ser remunerado exclusivamente por ele. Portanto, é bem possível que ele seja cassado por esta e por outras maluquices.

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.