INSEGURANÇA NO TRÂNSITO X RESPONSABILIDADE DO MUNICÍPIO DE SANTARÉM

sexta-feira, junho 10, 2016 0 Comments


Institucionalmente as regras de trânsito são ditadas pela União, cabendo aos Estados e Municípios legislar de forma subsidiária e manter a fiscalização do trânsito em cada circunscrição territorial. Santarém, atualmente, pode-se dizer é quase uma cidade sem lei, seja nos seguimentos de variados crimes – muitos deles insolúveis ou impuníveis –; seja no trânsito que flui ao alvedrio de cada condutor de veículo já que fiscalização que é bom, praticamente inexiste. Por incrível que pareça, o Prefeito Alexandre Von não renovou o convênio com o Estado para que o PTRAN faça a fiscalização nas vias do Município, porque os agentes de trânsito que existem são poucos e têm poderes limitados. Com tantas mortes em acidentes, principalmente nos fins de semana, com tantos abalroamentos e tantos avanços de sinal por motoqueiros, não posso conceber a inércia do Prefeito (que pretende se reeleger), no tratamento de uma questão tão relevante. O Chefe do Executivo tem deveres para com a lei, à administração e, principalmente, com o povo, não podendo comportar-se como se ele não fosse o responsável pelo bem estar dos habitantes do Município. E ainda vai piorar! Lamento tudo isso!

Vale ressaltar que o Vereador Dayan Serique cobrou do Poder Público a não renovação com o PTRAN... e pede uma solução urgente!

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.