DENÚNCIA


Um caso sério que chegou à coluna, aconteceu em Monte Alegre, deve ser investigado com urgência pela Polícia, Ministério Público e órgãos ligados à saúde. Cinco das sete reses que foram abatidas no matadouro de Monte Alegre, apresentaram órgãos comprometidos com a doença tuberculose. O médico veterinário que condenou a carne, disse em depoimento na Delegacia de Polícia, que foi vítima de assédio moral e ameaças, o que fez com ele pedisse demissão do cargo. O caso já foi encaminhado para o Ministério Público, inclusive já há um caso confirmado da doença animal em uma jovem de Monte Alegre.