Ameaça velada do Exército

O comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, diz que o Brasil vive uma aguda crise moral por causa dos “incontáveis escândalos de corrupção”. “A aguda crise moral expressa em incontáveis escândalos de corrupção nos compromete o futuro. A ineficiência nos retarda o crescimento. A ausência de um mínimo de disciplina social, indispensável à convivência civilizada, e uma irresponsável aversão ao exercício da autoridade oferecem campo fértil ao comportamento transgressor e à intolerância desagregadora”, disse o comandante durante a cerimônia de entrega da Ordem do Mérito Militar, em Brasília.