Jatene acusado de privatizar área para beneficiar ex-prefeito de Altamira

Já na fase final de seu governo, o governador do Pará, Simão Jatene, que não pode mais concorrer à reeleição, sempre mostrou suas garras para atacar seus inimigos, como é o caso com o município de Santarém e outros da região Oeste, onde recebeu uma votação muito pequena nas últimas eleições, fazendo com que fechasse os olhos para essa região. Mas, ao mesmo tempo sempre agrada seus aliados. É o fato que aconteceu no ano de 2005, quando Jatene era Governador e decidiu criar uma Resolução, através do COEMA, para privatizar uma área bastante grande e assim agradar um de seus maiores aliados na região do Xingu, o então Prefeito na época, Claudomiro Gomes da Silva, que construiu uma pousada e um sítio pesqueiro.
“No ano de 2005, em que Simão Jatene já era governador do Pará, através do COEMA (Conselho Estadual de Meio Ambiente), ele criou a Resolução 030/2005. O que ele e alguns aliados queriam com isso? O Sitio Pesqueiro de Volta Grande do Xingu, no município de Anapu, para privatizar 99 mil hectares de leito do rio em benefício de Claudomiro Gomes da Silva, que foi prefeito em Altamira, inclusive é amigo particular de Jatene. Lá existe uma Colônia de Pesca, bem como os ribeirinhos. Com essa resolução eles queriam proibir que os ribeirinhos utilizassem o rio para pescar e para lazer, ficando essa enorme área exclusivamente para o Claudomiro, já que ele fez uma pousada denominada Rio Xingu, lá na Volta Grande do Xingu. Ele trás turistas do mundo inteiro. Quando entrou o Sitio Pesqueiro em 2005, Simão Jatene colocou a Polícia Militar à disposição do Claudomiro para tocar fogo nas embarcações dos pescadores, apreender os apetrechos de pesca, tocar o terror”, assim se pronunciou o presidente da Colônia de Pescadores Z-77, Miqueias Gomes Ferreira, à nossa reportagem.
Segundo Miquéias, a política do governador Jatene é essa. Atropelar, passar por cima dos menos favorecidos. Essa situação de Anapu, é o mesmo caso da Hidro em Barcarena. “Jatene, de todas as formas, tentou manter a licença da Hidro em desfavor daquelas pessoas que foram contaminadas. Há muitos anos o Jatene vem fazendo isso, pobre no governo do PSDB não tem vez, o que eles querem mesmo é atropelar”, denuncia o presidente da Colônia de Pescadores.
Segundo informações, a população ribeirinha da Volta Grande do Xingu tem centenas de fotos do governador Jatene indo pescar por várias vezes, inclusive agora no início do ano quando pousou no avião do Estado, na pista particular do Claudomiro. “Além de tudo, fazendo peculato, então, essa amizade e proximidade entre os dois é o que vale. A população ribeirinha, colônia de pesca e moradores locais, os tradicionais, não valem absolutamente nada. É isso que devemos deixar claro para os eleitores. Para o PSDB, pobre não tem vez”, declarou Miquéias.
Informações colhidas por nossa reportagem, são de que o Sítio Pesqueiro só não está em vigor, devido uma decisão da Justiça Federal, que suspendeu tal aberração. O Claudomiro é réu em Ação Civil Pública impetrada pelo Ministério Público Federal – Processo 2017.39.03.000582-0, junto com o Estado Pará. Jatene colocou o Estado na condição de réu para beneficiar um único aliado, que é o Cladomiro Gomes da Silva.
Fonte: RG 15/O Impacto