Prefeito de Santarém Dr. Nélio Aguiar, pede ao ministro dos Transportes recuperação de trechos críticos da Santarém-Cuiabá

Prefeito Nélio Aguiar e Valter Casimiro: BR-163O prefeito de Santarém Nélio Aguiar cobrou do Ministro dos Transportes Valter Casimiro soluções para vários trechos críticos e perigosos da rodovia federal Santarém-Cuiabá (BR-163). A rodovia possui um longo perímetro dentro da área urbana do município e recebe um fluxo muito grande de veículos pesados, vindos de vários cantos do país. Foram destacados alguns pontos que sofrem alagamentos e que provocam acidentes, principalmente no período chuvoso. O prefeito foi recebido pelo Ministro dos Transportes em seu gabinete, em Brasília, nesta quarta-feira (18).
"Estive com o Ministro dos Transportes, Valter Casimiro, tratando sobre os pontos críticos da rodovia Santarém-Cuiabá no seu trecho urbano, incluindo o ponto de alagamento na comunidade Tabocal e o ponto de alagamento na altura da comunidade do Cipoal. Solicitamos que, por meio do 8º BEC, libere recursos e peça a solução para esses dois pontos críticos de alagamentos, que têm causado danos à pavimentação e também acidentes nesses dois trechos", informou Nélio Aguiar.
Outro ponto que precisa ser avaliado para receber obras técnicas é onde a rodovia federal encontra a avenida Moaçara. Nélio Aguiar informou que o local é palco de muitos acidentes durante o ano todo e pediu providências. "Tratei também do ponto do cruzamento da Avenida Moaçara com a rodovia Santarém-Cuiabá e ficou determinado que uma equipe técnica vai fazer um estudo para ver qual a melhor intervenção nesse trecho: se é uma rotatória, uma sinalização ou um semáforo.
O trecho da Santarém-Cuiabá, que segue do viaduto até o porto das Docas do Pará, também foi alvo da reunião. O gestor santareno informou que ali existe um volume muito grande de trânsito pesado com enorme circulação de pedestres e que é urgente a sua duplicação e ampliação.
"Tratei também com o ministro sobre a conclusão do projeto básico de ampliação e de acesso no trecho urbano da rodovia Santarém-Cuiabá até o porto de Santarém, pois a cada ano o trânsito vem aumentando, inclusive com veículos de passeios, de caminhões, de carretas, que é um trânsito mais pesado. Estamos cobrando esse planejamento do Ministério dos Transportes através do DNIT para que, em 2019, possamos correr atrás de recursos para licitação e execução dessa obra por meio do próprio DNIT", finalizou o Prefeito de Santarém.
Alailson Muniz Agência Santarém