sexta-feira, 29 de julho de 2011

Preocupação

Há uma forte tendência de que as campanhas pelo SIM e pelo NÃO no plebiscito que será realizado no Pará em dezembro se tornem mais amenas quando forem à televisão. Os ânimos estão exaltados nas redes sociais e a preocupação é que o saldo pós-campanha traga dissabores entre as partes. Seria ótimo que as direções das frentes e a própria justiça eleitoral normatizassem o que pode e o que não pode ser postados em redes sociais como Twitter, Facebook, Orkut e outros. Há de se convir que se propõe é a separação e não a aniquilação do Estado. Vamos todos usar a moderação!