O POVO RECLAMA, DENUNCIA, BRONQUEIA E CRITICA...

sábado, fevereiro 27, 2016 0 Comments

CabecalhoMuralJPG
(Luciene)
“Um velho problema que aflige a população de Santarém voltou a dar dor de cabeça aos moradores daqui do bairro da Esperança, a falta de água. Estamos há dias sem água em casa. Não conseguimos imaginar como uma cidade tão rica em recursos hídricos, como Santarém pode passar por problemas de abastecimento de água. O que falta para solucionar o problema? Falta ação da empresa estatal responsável pela distribuição de água na cidade? Falta empenho por parte do poder público de Santarém? O que falta?”
[ Lucivaldo ]
naqHg6g0“Nem o Ministério Público dá jeito na situação! Há quanto tempo a gente está ouvindo falar sobre a desocupação das calçadas, e blá-blá-blá. A foto mostra apenas um trecho da Avenida Borges Leal, onde em diversos lugares a calçada está indisponível para o pedestre. É revoltante você verificar que para alguns existem todos os rigores da lei, e para outros nada se faz. Já passou da hora de mudar, mas eu fico pensando – Se a prefeitura na ouve nem o MP, imagina os moradores sofridos. É de desanimar qualquer um. Mas, a eleição tá chegando!(Trecho: Borges Leal, entre trav. Antônio Justa e Frei Ambrósio)”.
(Suzana)
“Se os problemas na rodovia Santarém/ Curua-Una (PA-370) já são freqüentes quando o tempo está aberto, imagine quando chove. Com a chuva que caiu na manhã de hoje ficou difícil trafegar na Curua-Una. São muitos os problemas que podem ocasionar graves acidentes. Falta sinalização, não tem acostamento e as pessoas que trafegam de motocicleta, bicicleta ou mesmo a pé correm risco de ser acidentada a qualquer momento. Os caminhões madeireiros aproveitam a falta de fiscalização para trafegar em alta velocidade na rodovia. Com a chuva a situação piora. Queremos saber até quando as autoridades vão vedar os olhos para a PA-370? Enquanto as providencias não são tomadas, pessoas continuam sendo vitimas do descaso na rodovia que é conhecida por Estrada da Morte”.
(José Carlos)
“São rotineiros os problemas que acontecem com os ônibus velhos e sucateados em Santarém e ninguém faz nada para resolver a situação. Todos os dias são comuns a gente ver ônibus quebrado nas principais ruas do centro da cidade. Tudo isso gera transtornos para os usuários que muitas vezes tem que chegar ao local de trabalho ou a escola num determinado horário e acaba atrasando, porque o ônibus em que estava viajando simplesmente quebrou no meio do caminho. Eu quero respostas dos coordenadores dos órgãos de trânsito de Santarém!”
(Luciano – Rua vira pasto)
Descaso com ruas da periferia
Alguns moradores da Rua Pará, no Bairro do Santarenzinho, entraram em contato com a redação do Jornal O Impacto por meio das redes sociais. A denúncia vinda de lá é que a rua vem passando por muitos problemas de infra-estrutura e há muito tempo não recebe nenhum reparo da Prefeitura. Além dos buracos, o mato alto tem atraído criadores de cavalos, que estão circulando livremente transformando o local em pasto. Para piorar a situação, a falta de iluminação pública deixa boa parte da rua no escuro durante a noite, favorecendo a incidência de assaltos e outros crimes. Os moradores pedem que o governo municipal tome providências o mais rápido possível. O Mural do povo repassa o recado para as autoridades.
(Maria Santos)
IMG-20160212-WA0005“Gostaria de mostrar a situação da Escola Rosilda Von, na Comunidade do Perema. Ela é a única que atende a área e já não aguenta mais o tanto de alunos. Com as salas lotadas, alguns alunos são obrigados assistir as aulas na maloca de baixo de sol e chuva. É revoltante a gente que acompanha o esforço dos professores pra dar aula e das crianças pra tentar estudar e ser alguém na vida e serem atrapalhado por quem não está nem ai. Já recorremos a imprensa, chamamos televisão, rádio e muitos outros e nenhuma autoridade parece que viu ou ficou afim de ajudar.  Espero que dessa vez alguém possa fazer alguma coisa pra melhorar a escola”.
(Luiz)
“A Avenida Tancredo Neves, que liga a BR-163 a Grande Área da Nova República e também a área central de Santarém está quase intrafegavel. Fizeram um trabalho paliativo, mas não adiantou muito. Depois dessas poucas chuvas que caíram na cidade começou um verdadeiro festival de buracos. Aqui tem buraco pra todo lado. A gente que tem carro padece com a reposição de peças, isso se não quiser deixar o veiculo parado na garagem de casa. Eu gostaria de saber o seguinte. Cadê o dinheiro dos nossos impostos?”
[ Otávio ]
Foto1162“Os moradores da Avenida São Sebastião estão revoltados com a prefeitura. Eles realizaram no final de semana um grande mutirão para limpeza dos quintais de suas residencias. Depositaram os entulhos na via pública, e quando foram solicitar junto a Seminfra a remoção do material, receberam a notícia que terão que pagar uma taxa de 130 reais para terem a sua necessidade atendida. Tem pessoas que acham justo, outras acreditam ser injusto. O que não pode é esse lixo todo ficar acumulado em plena a rua”.
[ Legalizado com ilegalidade ]
IMG-20160215-WA0002
“O flagrante aconteceu na avenida Curuá-Una. A passageira do mototaxi legalizado fez a jornada toda sem usar capacete. O profissional do transporte público municipal abriu mão da segurança de sua passageira. Acredito que isso foi apenas um deslize, ou pelo menos deve haver uma explicação, que mesmo que exista, impossibilitará a pública e notória infração da lei de trânsito”.
(Leandro)

“Aqui no Mapiri já tem muita lama empossada, principalmente aqui perto da Estação de Tratamento de Esgoto. Todo inicio de ano esse problema se repete. As ruas não oferecem condições de trafegabilidade e tomadas por poças de lama a situação piora. Idosos têm dificuldades para trafegar nessas ruas que ficam próximas ao Lago do Mapiri. Para complicar a situação os mosquitos também estão atacando aqui na área. O poder público deveria enviar representante aqui pra ver essa situação de perto”.

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.