Atos politiqueiros

terça-feira, abril 19, 2016 0 Comments


No primeiro dia deste mês, o governador do Pará, Simão Jatene, publicou, no Diário Oficial do Estado (DOE), um decreto de contenção de despesas. Os cortes, garantia Jatene, atingiria de tudo um pouco: de gastos com telefone, combustíveis e energia a contratações de servidores temporários, que foram suspensas por 1 ano. O decreto também abriu a possibilidade de demissão desses servidores e suspendeu a implantação de planos de cargos e salários, o que vem provocando protestos do funcionalismo. Com isso, o governador queria passar à população a ideia de que é um bom gestor o sonho utópico de Jatene, capaz de enxugar os gastos públicos. O curioso é que o decreto foi publicado justamente no dia 1o de abril, conhecido como o Dia da Mentira. Não haveria dia mais propício para o governador do Pará falar em “cortar gastos”.

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.