Bocão Ed. 1091

sábado, abril 30, 2016 0 Comments

Jornal o Impacto
bocão 01DÍVIDA DOS CONTRIBUINTES
Os empresários poderiam aproveitar a oportunidade e exigir do Estado que suas dívidas sofram a mesma correção que o Estado exigiu da União, ou seja, juros simples. Se os empresários exigirem, a SEFA vai ter que aplicar o mesmo procedimento que exigiu da União e com isso a dívida vai ser reduzida em 46%. Quem possui dívida junto a SEFA, deve ingressar com pedido de revisão de cálculo que vai obter êxito. Sugiro aos empresários que ingressem com revisão de cálculo também junto à Procuradoria da Fazenda Nacional, diretamente no órgão ou na Justiça Federal para reduzir os valores cobrados, dependendo da situação.
DÍVIDA DOS CONTRIBUINTES 2
Os contribuintes da SEFA e Receita Federal devem ingressar na Justiça e contestar os juros compostos que os órgãos cobram de seus débitos. Devem também questionar a multa e margem de lucro que a SEFA toma como base para aplicar auto de infração. Hoje é inconstitucional, uma vez que já existem decisões do STJ e STF que derrubam esse procedimento do FISCO.

bocão 02YAMADA
Queremos que você coloque neste conceituado jornal, que a loja Y. YAMADA de Santarém está totalmente abandonada pela diretoria e quem mais sofre com isso somos nós funcionários que não temos mercadorias para vender. Somos muitos pais de famílias que tem mais de 12 anos na empresa. O pessoal do setor do RH de Belém esteve em Santarém e nos informou que a mesma não foi vendida, mas que também não tem dinheiro para nos indenizar no momento. Nós não aceitamos isso, porque já vendemos muitos milhões e milhões nessa loja de Santarém e agora vem dizer que não tem como nos pagar.
YAMADA 2
Muitos pais de famílias passando dificuldades com aluguéis pra pagar e o sustento de suas famílias. Só queremos nossos direitos, queremos sair com nossos direitos, porque a mesma não nos dá mais suporte. Então, amigo, nós queremos que a empresa resolva logo nossa situação, porque não temos mercadorias pra vender, muitos de nós temos mais de 13 anos de empresa e estamos totalmente abandonados e sem comissão, e a diretoria disse que no momento não tem dinheiro para nos indenizar. Mas nós não aceitamos isso, porque essa Y. YAMADA de Santarém já vendeu muito, sabemos que estamos em crise, mas era pra ter um bom caixa. Então, muito de nós estamos empatados na empresa e com salários defasados que não dá para o sustento de nossas famílias. Hoje a loja tem 143 funcionários. Funcionários revoltados.

bocão 03OMISSÃO DA SEFA
REINTERANDO – Uma sócia de uma empresa promoveu denúncia em 16/09/2015 no protocolo do órgão sob nº 042015730006559-4 de falsificação de sua assinatura em várias alterações contratuais e a SEFA não tomou providências. Isso demonstrando o descaso do órgão, ou proteção a falcatruas. O caso é grave, já que documento com fé pública está causando sérios prejuízos à sócia denunciante. Deixar de apurar atos ilícitos que causam prejuízos ao Estado e terceiros é crime. Portanto, a sócia vai comunicar ao Ministério Público.

bocão 04MPF E APLICATIVO
REINTERANDO – O Ministério Público Federal criou um aplicativo para promover denúncias. Muito importante, porém, não estão resolvendo as que estão pendentes desde março, como é o caso da PRM-STM-PA nº 2339/2016, protocolado em 03.03.2016. Não adianta criar um aplicativo se não serão revolvidas as denúncias. Essa que se encontra pendente é de falsificação de documento público e ainda não foi resolvida.

bocão 05BRIGA DE FOICE
O lançamento da candidatura de Bruno Pará pelo PT pode dividir o partido, que tem uma corrente forte apoiando o nome do médico Carlos Martins, dentro da própria facção. Milton Peloso, pelo menos até o momento está apoiando Bruno Pará. Carlos Martins tem o aval de outro grupo “graúdo” dentro do PT, fato pode dar em briga de foice, podendo beneficiar ou não a professora Lucineide Pinheiro, que tal pássaro Fênix, pode ressurgir das cinzas. Pergunta que não quer calar: as vereadoras Ana Elvira e Ivete Bastos vão entrar nessa batalha ferrenha ou vão desistir de suas reeleições para beneficiar os “companheiros”? Eis a questão.

bocão 06TURISMO EM QUEDA LIVRE
Quem andava mal das pernas, parece que capengou de vez!!! Pelo menos é assim que está o turismo na Pérola do Tapajós, decantada por suas infinitas belezas, mas menosprezada pelo poder público. Para se ter uma idéia da balbúrdia e da falta de respeito, o Aeroporto Internacional Maestro Wilson Fonseca registrou queda de 5,7% no movimento de passageiros nos três primeiros meses de 2016, em comparação com o mesmo período de 2015. Os dados são Infraero, que faz o monitoramento regular da movimentação aérea no Brasil. Por conta dessa aterrissagem forçada do turismo na região, o aeroporto não está realizando vôos regulares durante as madrugadas. A última decolagem da aviação comercial está programada para às 22h, sendo o vôo da companhia aérea Azul com destino a Belém. A mudança ocorreu desde março devido à redução de vôos e o remanejamento das operações para outros horários.
TURISMO EM QUEDA LIVRE 2
Essa queda no movimento de aeronaves está causando grave impacto econômico nos proprietários de hotéis, restaurantes e pousadas em Alter do Chão e de Santarém, que estão sentindo na pele a falta de turistas e visitantes na cidade. Isso sem falar na falta de estrutura para receber turistas, com nossas ruas cheias de buracos e praças abandonadas. Em Alter do Chão, os empresários estão sentindo na pele e muitas empresas estão fechando as portas. O descaso é total.

bocão 07INVASÃO DO RESIDENCIAL
Pelo visto a Polícia vai ter muito trabalho desta sexta-feira à noite para sábado. Tudo porque as casas do Residencial Salvação (Minha Casa, Minha Vida) deveriam ser entregue nesta sexta-feira, com a presença da presidente Dilma Rousseff, mas ela cancelou a viagem e remarcou para o dia 05 de maio. Os futuros moradores do Residencial já disseram que não vão mais esperar e vão se apossar de seus imóveis na marra. Já tem gente que vai se aproveitar dessa invasão para saquear. O bicho vai pegar e tomara que não termine em tragédia. Nossas autoridades de segurança devem ficar atentas, bem como o poder público, Ministério Público e outros órgãos.

Por: Emanuel Rocha

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.