Promotores de justiça ministram capacitação para estudantes de Santarém

quarta-feira, agosto 31, 2016 0 Comments

Evento aconteceu na segunda-feira (29) nas dependências do Theatro Vitória


Theatro Vitória faz parte de nossa história
Theatro Vitória em Santarém
Os estagiários de nível médio do polo Baixo Amazonas participaram de capacitação em Santarém, como parte das ações do projeto da Procuradoria Geral de Justiça – Estágio Cidadão, que contempla a oportunidade de estágio aos alunos de ensino médio no âmbito das Promotorias de Justiça do Estado. A ação ocorreu na segunda-feira, 29, no Theatro Vitória.
A capacitação foi ministrada pelas promotoras de Justiça Mônica Freire – coordenadora do CAO da Infância e Juventude, e Brenda Ayan, acompanhadas do pedagogo Luís Pina, que compõe o Grupo de Apoio Técnico Interdisciplinar – GATI e o Tenente Coronel Galdino, da Assessoria Militar. Mônica Freire ressaltou aos participantes que o projeto iniciou em 2014, somente para melhores alunos das escolas públicas. “Esse aluno, quando tem oportunidade, faz a diferença”, disse.
Essa foi mais uma etapa na capacitação dos estagiários dos municípios do Polo Baixo Amazonas, com sede em Santarém, com a participação de 23 estagiários dos municípios de Santarém, Terra Santa, Óbidos, Oriximiná, Almeirim,Juruti, Alenquer e Prainha. Luana Nascimento, que estagia no município de Prainha, gostou do conteúdo sobre os Direitos Fundamentais, e sobre o funcionamento dos Conselhos. “Já sou representante do Conselho na minha escola e isso vai melhorar meu trabalho”, afirma.
Uma troca de experiências e informações foi feita pelos estagiários de nível Superior, que participam do programa Ministério Público e a Comunidade. Thais Mendes e Bruno Baía falaram da importância da participação ativa dos alunos no Conselho Escolar e do protagonismo juvenil. “Às vezes sabemos que a escola tem problemas, mas não sabemos como resolvê-los, e isso é possível por meio do Conselho”, disse Thais.
Os estudantes foram capacitados com noções de “Direitos e Garantias Fundamentais”, Políticas Públicas e o funcionamento e importância dos Conselhos de Direitos. Receberam o Manual do Aluno Cidadão e a ficha de diagnose a ser preenchida por esses estagiários como demanda obrigatória do projeto. Devem ainda acompanhar reuniões do Conselho Escolar e elaborar uma redação na fase de conclusão do estágio.
Fonte: RG 15/O Impacto

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.