Pular para o conteúdo principal

Instituto e vereador vão mover ação civil pública contra a Celpa

Instituto e vereador vão mover ação civil pública contra a Celpa

O Instituto Calandrini vai entrar na Justiça, com uma ação civil pública contra a concessionária. O anúncio foi feito na tribuna, pelo vereador Silvio Amorim (PSL).  
Segundo Silvio Amorim, a ação está sendo estudada pelo seu gabinete e o Instituto Calandrini. “O é fazer com que o dinheiro pago a mais pelo consumidor [na conta de energia] seja a ele devolvido”. Amorim cita como exemplo a bitributação, que de acordo com ele, ocorre porque impostos são pagos duas vezes. O vereador questiona: “você imagina um consumidor pagando dessa forma durante 15 anos?”.
O parlamentar reconhece que “a ação será trabalhosa”, mas garante, “que juntamente com o Instituto, o seu gabinete vai trabalhar pesado”. O vereador assegurou que há jurisprudência com resultados positivos para consumidores.
Amorim acredita que os resultados da ação civil pública serão positivos. “Quero dizer ao povo santareno que a gente está se unindo, para buscarmos o recurso devido e o direito que é da população”, garante.
O vereador acredita que dessa forma, o consumidor vai pagar as contas e terá crédito com a Celpa Equatorial. Segundo Amorim, serão realizadas reuniões em diversos bairros de Santarém, para que sejam feitos os cadastros dos consumidores para dar início ao processo. “Temos certeza que vão aderir à ação civil pública, porque a população terá benefício e não despesa”, conclui.