Erasmo: “Santarém perdeu 30% de sua receita nos últimos meses”

sexta-feira, dezembro 16, 2016 0 Comments

Os vereadores de Santarém reuniram-se para discutir e aprovar a lei da reforma administrativa proposta pelo Poder Executivo para o próximo mandato, na gestão 2017/2020, do prefeito eleito Nélio Aguiar (DEM). A reforma foi votada na manhã de terça-feira, 13/12, pelos 21 vereadores de Santarém.
O vereador Erasmo Maia (DEM), em nome do novo governo municipal, disse à nossa reportagem, que não se trata simplesmente de um novo modelo de gestão, mas, sobretudo, uma necessidade diante da crise instalada no Brasil, e em Santarém não é diferente. “Nós dialogamos com o prefeito eleito Nélio Aguiar e ele optou pela redução das unidades orçamentárias do Município de treze para onze secretarias, agregando os institutos e as coordenadorias”, informou.
Erasmo disse que essa redução na estrutura administrativa está em acordo com as necessidades do setor público municipal, no que se refere aos recursos disponíveis, embora seja menor em relação aos serviços que uma Prefeitura da grandeza de Santarém requer. No entanto, segundo o Vereador esse é um momento oportuno para tomar essa medida por conta da crise que já foi mencionada.
O Vereador disse que a situação é preocupante, uma vez que nos últimos meses, o Município perdeu 30% da sua receita, o que exige a redução urgente de pagamento com custos de pessoal e com aluguéis de imóveis.

Sobre esse assunto, Erasmo Maia informou que ao longo do tempo o Município não construiu imóveis para a instalação das unidades administrativas que atendem a população, entre outros, como secretarias e escolas, o que atualmente pesa bastante à gestão. “Portanto, o que se está fazendo no momento é diminuir ao máximo a atual estrutura para tornar a gestão mais eficiente e viável a partir de primeiro de janeiro de 2017”, declarou.

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.