Henderson: “Ex-gestor deixa Semsa com mais R$ 20 milhões em dívidas”

sábado, janeiro 28, 2017 0 Comments

Henderson Pinto disse que apesar de todas as dificuldades, novos gestores têm conseguido avanços
Não tem sido nada fácil para o novo gestor municipal, Nélio Aguiar e seu secretário de saúde, Edson Filho, executarem as ações planejadas na tentativa colocar no eixo novamente os atendimentos de pacientes do SUS em Santarém.
De acordo com o vereador dos Democratas, Henderson Pinto, além da nova gestão encontrar com um cenário dantesco nos serviços prestados pelo Sistema Municipal de Saúde, a busca de melhoria da situação esbarra em termos de recursos financeiros, em especial sobre a enorme dívida deixada pelos gestores anteriores. Segundo ele, a dívida levantada até o momento passa de 20 milhões de reais.
“O levantamento realizado pelo novo Secretário Municipal de Saúde apontou que existe uma dívida de mais de 20 milhões de reais com fornecedores”, informou Henderson Pinto.
A falta de pagamentos prejudicou diversos setores, inclusive fornecedores de medicamentos, equipamentos e prestadores de serviços. Outro problema está relacionado à falta de pagamentos dos aluguéis de imóveis e veículos. Um exemplo é o atraso por três meses do pagamento do aluguel do prédio onde atualmente funciona a sede da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), localizado na Travessa 7 de Setembro, entre as Avenidas Mendonça Furtado e Presidente Vargas.
Mesmo com o quadro de grandes dificuldades, Henderson elogia as iniciativas do atual Prefeito no sentido de solucionar problemas na área da saúde. “Falamos sobre o esforço do prefeito Nélio Aguiar em tentar buscar dar celeridade para diminuir o tempo de espera para a realização de exames, bem como das cirurgias eletivas e de traumas. Está sendo feito um trabalho com o objetivo de realizar mutirões nesse sentido”, expõe.

Por: Edmundo Baía Júnior

Fonte: RG 15/O Impacto

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.