Salvem a Praça da Matriz!!! ( Blog Mocorongo)

Nos dias de hoje, com certeza, o poeta Emir Bemerguy não encontraria inspiração ou motivo para escrever estes versos que foram musicados por Vicente Malheiros da Fonseca e transformados na bela marcha-rancho "Praça da Matriz", cantada por Ray Brito e outros talentosos interpretes da terra mocoronga:
"Ó velha Praça, pequenina e bela!
Ó minha amada Praça da Matriz!

Quanto segredo que me empolga ainda

Cada cantinho desses teus me diz!

(...) Os benjamins simétricos...
As flores...

E a minha Praça guarda, entre esplendores,

Pedaços coloridos de uma vida.