Alunos denunciam péssimas condições de aulas práticas das auto escolas

sexta-feira, maio 05, 2017 0 Comments

Nossa equipe de reportagem se deparou com um grande problema que afeta diretamente as pessoas que estão tirando a CNH (Carteira Nacional de Habilitação), pela primeira vez e que precisam fazer aulas práticas através das Auto Escolas. Sabemos que nossa população paga muito caro para se tornar um condutor habilitado, tanto pelas taxas do Detran quanto pelo valor pedido pelos CFC (Centro de Formação de Condutores), onde cabe aos mesmos instruir muito bem seus alunos. É de inteira responsabilidade da Auto Escola propiciar um ambiente de conforto, seguro e de condições perfeitas de higiene, para as aulas práticas e teóricas.
Mas a triste realidade que nós podemos ver em Santarém, por parte de algumas Auto Escolas, é que uma boa parte delas não está oferecendo o serviço de forma adequada, o local que neste momento são realizadas as aulas práticas de carro, que se localiza às proximidades do Campus da Ufopa Tapajós, no final da Avenida Tapajós, pode ser comparado a um verdadeiro chiqueiro. Além de ser um lugar isolado e de fácil acesso para a ação de bandidos, o local está repleto de lama, sendo que em alguns trechos se formam verdadeiros “lagos” e os alunos são obrigados dividir o espaço e também interagir com a lama.
Conversamos com um aluno muito insatisfeito com a situação. Mário Délcio relatou à nossa reportagem, toda sua indignação e humilhação perante a esta situação. “Minha indignação é muito grande. Aqui nós estamos à mercê de um chiqueiro, o ambiente onde temos que fazer nosso treinamento da baliza é precário. Para fazermos a prova da baliza no Detran, tenho plena certeza que não vai ser o ambiente que lamentavelmente vemos aqui, será algo bem diferente, sem falar que nós ficamos à mercê de bandidos, pois como se trata de um local escondido e aberto, ficamos desprotegidos. Sabemos que em termos de assaltos nossa cidade anda um pouco perigosa ultimamente. Fico indignado em saber que esse local não é nada propício”, declarou.
Ao ser questionado se pagou caro para tirar sua habilitação, Mário Délcio foi enfático: “Exatamente, só de ver esse ambiente, já se trata de um desrespeito muito grande. As autoridades cobram muito caro, e nós deparamos com essa tristeza. Nosso treinamento acontece aqui, e para deixar claro não estamos nos preparando para participar de um rally, e sim tirando nossa carteira de habilitação. Pelo que estou vendo, esse lugar é ótimo para fazer rally”, criticou.
Mário Délcio falou que não são apenas os alunos que sofrem, os moradores das proximidades do local estão passando por momentos difíceis, pois durante a noite o local serve como covil de bandidos, não apenas para tráfico de drogas e sexo, mas também para farras nos fins de semana. “Chamamos atenção das autoridades competentes, em especial os órgãos que fiscalizam esse tipo de situação, pois isso é uma tremenda falta de respeito com a população”, denunciou.
“Segundo informações, também de moradores, o Detran realiza algumas provas com veículos de grande porte, como carretas e ônibus, bem no trecho localizado no final da Avenida Tapajós, local sem pavimentação e próximo ao Campus da Ufopa Tapajós. Isso tem incomodado as pessoas que moram no local. Existem muitos terrenos em nosso Município que estão disponíveis para aluguel e podem oferecer condições propícias para esse tipo de aula, só falta um pouco mais de bom senso. Pedimos a intervenção das autoridades competentes e mais carinho e atenção dos donos de Auto Escola por seus alunos, oferecendo um lugar digno e de respeito para o bom desempenho dessas pessoas. Prestem bem atenção onde vocês estão enviando os alunos, que pagam tão caro por esse serviço”, finalizou Mário Délcio.
Por: Jefferson Miranda

Fonte: RG 15/O Impacto

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.