REUNIÃO DISCUTE REORDENAMENTO E PADRONIZAÇÃO DA FEIRA DA COHAB

Buscar parcerias para o reordenamento e padronização da Feira da Cohab. Este foi o objetivo da reunião realizada na manhã desta quarta-feira (24) na Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semap) que envolveu também as Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), e de Desenvolvimento (Semdec), Banco da Amazônia, Serviço de Apoio à Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e as associações de vendedores da Feira, AVAS e Aprusan. A reunião faz parte das ações para melhorias da Feira da Cohab propostas pelo Ministério Público do Estado do Pará (MPE/PA) que envolve melhoria na infraestrutura, reordenamento das barracas e padronização, proibição da comercialização de carne em temperatura ambiente, organização do trânsito no entorno com postos específicos para carga e descarga, proibição do abatimento de aves no local da feira entre outros pontos.

Segundo o gerente regional do Sebrae Michel Martins, a instituição terá um papel importante neste processo uma vez que cuidará da capacitação e a formalização dos que ainda não estão formalizados como produtores rurais ou como Micro Empreendedor Individual (MEI). “Nós vamos contribuir para que tenhamos uma feira mais ordenada e focada na geração de negócios e renda para estes feirantes que já estão lá e a ideia dessa parceria é gerar bons resultados como a diminuição dos desperdícios com a manipulação e o transporte destes produtos e vai gerar uma maior competitividade e a possibilidade de oferecer um produto com um menor valor comercial”.
O superintendente regional do Banco da Amazônia Antônio Edson Ribeiro participou da reunião e falou sobre a possibilidade de abertura da linha de crédito para os vendedores. “Essa será uma parceria conjunta onde o banco poderá proporcionar uma linha de crédito, e este não é nenhum problema para o banco uma vez que há linha de crédito tanto para vendedores quanto para produtores rurais e o que estamos discutindo aqui é a organização dos produtores e há um termo de ajuste de conduta e nós precisamos fazer com que a Feira realmente tenha condições de funcionar e os produtores tenham condições de vender”.  
Atualmente, a Feira da Cohab possui 257 produtores associados à Aprusan e 43 cadastrados junto à Avas. Para o  secretário de Agricultura e Pesca Bruno Costa, o reordenamento, bem como a padronização da Feira da Cohab, irá proporcionar um ambiente mais agradável para atender à população. “Este é o segundo processo, iniciamos com a revitalização e recuperação de infraestrutura tanto no entorno quanto dentro da feira da Cohab e agora a gente está discutindo com a Seminfra, Semdec e com os agentes financeiros e com as associações a padronização das barracas e já temos um bom direcionamento e mais tardar em 15 dias teremos um posicionamento concreto”.
A partir desta reunião, ficou acertado que, no dia 5 de junho, segunda-feira, será realizada, às 9h, na Semap, outra reunião para apresentações de sugestões de ações para melhorias da Feira da Cohab.
 

Assessoria  da Semap