Governo se mexe para barrar na Câmara denúncia da Procuradoria contra Temer

Convencidos de que o procurador-geral da República Rodrigo Janot prepara uma denúncia contra Michel Temer, os operadores políticos do governo se apressam em colocar de pé uma estratégia para barrar a iniciativa na Câmara. Antes de analisar a denúncia da Procuradoria e decidir se abre ou não uma ação penal contra o presidente, o Supremo Tribunal Federal terá de obter autorização de pelo menos dois terços da Câmara —342 votos dos 513 disponíveis.