segunda-feira, junho 05, 2017 0 Comments

NORMATIZANDO O BOM USO DE EMBARCAÇÕES EM ALTER
Representantes da  Secretaria de Mobilidade e Trânsito (SMT), da Agência Distrital da Vila de Alter do Chão e vários donos de embarcações de Alter do Chão se reuniram na sexta-feira, dia 26/05 em Santarém para discutirem problemas que envolvem a circulação e permanência dos meios de transporte fluviais nas praias da vila balneária.Atualmente as embarcações circulam próximas aos banhistas e em sua maioria, atracam na Orla daquelaVila balneária durante o período de cheia do Rio Tapajós. A circulação das embarcações na área destinada aos banhistas nem sempre é vista com bons olhos por quem frequenta as praias. Todavia, não vejo como se impeça que o lago que circunda a chamada ilha não seja aberto para que lanchas e jet-skis possam trafegar no mesmo. Para isso, basta que sejam sinalizados os trechos em que as embarcações podem circular, com certa distância dos banhistas proibindo manobras das embarcações de grande velocidade que possam acarretar abalroamento entre elas ou que possam atingir banhistas, como ocorre com certos jet-skis, cujos condutores ficam fazendo demonstrações de navegação perigosa. No entanto, proibir a trafegabilidade pelo Lago Verde é uma medida extrema e não bem vinda.

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.