Bocão Ed. 1154 - IMAPCTO

segunda-feira, julho 17, 2017 0 Comments

SERVIDOR NOTA ZERO

Chegou à minha mesa uma carta informando que na próxima edição vou receber um dossiê contra um servidor já eleito pelos seus colegas de “Servidor nota zero”. Segundo a carta, esse servidor se auto elogia, se mete no trabalho dos outros e propala que seu chefe depende de sua competência. Na carta, a pessoa me desafiou, dizendo que só encaminha o dossiê se eu publicasse alguma coisa chamando atenção. Fiz minha parte, faça a sua, meu amigo.


ERALDO
O deputado tem sido o porta voz de alguns empresários de Santarém, Altamira, Uruará, Placas, Vitoria do Xingu e Medicilândia, quando alguns fiscais cometem arbitrariedades. Eraldo foi o Deputado que denunciou o ex-coordenador da Sefa, Brederode, pelas práticas de pressionar os empresários a recolher imposto indevidamente. Eraldo, em seus discursos inflamados, ajudou na transferência desse servidor. Os empresários da região deveriam reunir e demonstrar que o Secretário da Fazenda orienta os coordenadores a apreender mercadorias para recolher os impostos e depois liberar.
ERALDO 2
Eraldo foi convidado por alguns empresários de Novo Progresso a fazer uma visita naquela cidade para que possam apresentar algumas irregularidades que sofrem do IBAMA.

FESTA DE MOJUÍ
Chegou à minha mesa uma denúncia contra a Prefeitura de Mojuí dos Campos. Segundo o político, era bom os vereadores e Ministério Público exigir a prestação de contas já que existe suspeita de que algumas notas frias vão aparecer com valores acima da prestação de serviços e das compras realizadas. Diz a denúncia que muita lambança foi realizada e que os procedimentos podem ter sido copiados do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. O alerta foi dado aos vereadores e Ministério Público.
FESTA DE MOJUÍ 2


Diante da denúncia se faz necessário que as autoridades cobrem essa prestação de contas possivelmente recheada de notas frias de empresas fantasmas, superfaturadas e com desvio de finalidade. Essa investigação deve ser por meio de um perito para detectar, através de classificação de documentos, se os pagamentos têm vínculo com a festa.


SÃO RAIMUNDO
O time vinha muito bem na Série D e por culpa e irresponsabilidade da diretoria o time foi eliminado no tapetão. Como pode, uma diretoria composto por 2 ou 3 advogados deixar acontecer essa irregularidade em uma competição de tamanha importância para o esporte da região e ficar por isso mesmo. Cadê a torcida para exigir e processar a diretoria? Cadê os patrocinadores para exigir indenização pela culpa, já que houve quebra de contrato?
SÃO RAIMUNDO 2
Uma vergonha para Santarém, um alerta para os patrocinadores e para o Prefeito, um descaso com o esporte e um desrespeito com os atletas da nossa cidade e com os torcedores. Se estivéssemos em uma cidade que trata a causa do esporte com seriedade, isso jamais ocorreria. Atletas que passam várias horas treinando, todos os dias, durante anos, se aperfeiçoando, buscando melhorar o condicionamento físico, para assim alcançar o melhor desempenho em suas modalidades, terem a frustração de receberem a notícia que não participarão mais do campeonato porque a diretoria não se atentou ao período de inscrições.
SÃO RAIMUNDO 3
Lamentável que pessoas com um nível tão baixo de comprometimento sejam responsáveis pelo esporte da nossa Santarém. Os torcedores devem tomar as medidas necessárias, já que essa competição é de tamanha expressividade para Santarém e Pará. Uma vergonha!

FORÇA DO VON
O PSDB já bateu o martelo. Darlison Maia vai assumir a JUCEPA. Alexandre está revoltado com o Presidente da Associação Comercial e Empresarial de Santarém, que quer disputar poder com ele. Alexandre promete vingança. A arma do Von é apertar a classe empresarial e vem aí chumbo grosso. Jatene já deu o caso por encerrado e alguém pode sair ferido nesta disputa. Aguardem o tratamento de choque.



PERIGO NO PLANALTO
A Promotora Lilian Braga, do Ministério Público Estadual, solicitou, através de ofício, a presença de técnicos de Belém, para investigar uma contaminação por agrotóxicos na água consumida pelos alunos das escolas Nova Vitória e Nova União, nas comunidades Nova Esperança e Bueru de Baixo, na zona rural de Santarém. Os técnicos do Lacen, Dra. Rosana Loiola e o servidor Augusto da Conceição, chegaram no último dia 03 de julho a Santarém, fizeram a pesquisa e no dia 07 voltaram para Belém. O resultado está sendo aguardado pelo MPE. Se for confirmada a contaminação, uma fiscalização rigorosa será feita nos produtores que utilizam agrotóxicos em suas plantações, que está contaminando os poços de água dessas comunidades. Muitos moradores dessas comunidades estão com problemas de saúde, principalmente as crianças.

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.