Não por acaso

Dirceu está preocupado com delação da Palocci há tempos

Por Gabriel Mascarenhas


José Dirceu deve estar mais tenso do que nunca. Muito antes de Antonio Palocci começar a fazer delação premiada, Dirceu já dava sinais de receio com os movimentos do correligionário.
Quando estava na cadeia de Curitiba, virava e mexia, ele apostava que Palocci estava dando com a língua nos dentes. Nessas ocasiões, quem o acalmava era Eduardo Cunha.