Centro de Governo discute obras e serviços em Mojuí dos Campos

Os coordenadores do Centro Regional de Governo do Baixo Amazonas se reuniram em Mojuí dos Campos com gestores locais para discutir a conclusão de obras em diversas áreas.
Os coordenadores do Centro Regional de Governo do Baixo Amazonas foram ao município de Mojuí dos Campos, onde se reuniram na terça-feira (20) com gestores locais para discutir a conclusão de obras nas áreas de educação e saúde, fomento às atividades produtivas no setor agropecuário e a implementação de convênios e manutenção dos já firmados na área de segurança pública.
Representando a prefeitura, participaram da reunião os secretários municipais de Educação, Juvenal Arruda; de Saúde, Adeliane Silva Frota, e de Trabalho e Assistência Social, Dheimisy Daniele Nascimento Alves, e ainda a chefe de Gabinete, Karine Cavalcante Peleja Xabregas.
Na área de Educação, a coordenadora Irene Escher explicou que o município solicitou a conclusão da reforma e ampliação da Escola Fernando Guilhon, a única da rede estadual a oferecer ensino médio em Mojuí, que atende atualmente 651 alunos.
A reforma da escola está inserida em uma agenda permanente, elaborada a partir do Programa Municípios Sustentáveis (PMS), executado pela Secretaria Extraordinária de Estado de Municípios Sustentáveis. “Além disso, o município solicitou o alinhamento do calendário escolar para o transporte escolar, a fim de oferecer transporte tanto para os alunos da rede estadual, quanto da rede municipal”, informou a coordenadora.
“Também tivemos a demanda em relação à finalização de uma quadra poliesportiva na Escola Estadual Fernando Guilhon, que atualmente conta apenas com os suportes de cobertura. Nós vamos procurar saber com os órgãos responsáveis o que aconteceu, para retomá-la”, explicou Rodrigo Branco, coordenador de Infraestrutura e Logística do Centro de Governo do Baixo Amazonas.
Saúde e Segurança – Uma das principais demandas na área de Saúde é a conclusão do Hospital Municipal, obra também inserida no Programa Municípios Sustentáveis. O hospital, em fase de ampliação, será destinado a atendimento de baixa complexidade. Com 1.760 metros quadrados de área construída, a unidade vai dispor de 20 leitos, área para recepção, triagem, sala para exames, raios X, enfermarias, centro cirúrgico e outros setores.
Já na Segurança Pública, o coordenador da área, delegado Gilberto Aguiar, disse que será enfatizada a celebração de novos convênios e a manutenção dos já existentes, “como o realizado entre a Prefeitura e a Polícia Civil para expedição de carteiras de identidade, serviço muito procurado e de grande relevância para a população”, acrescentou o coordenador. Segundo ele, também há o compromisso da Coordenadoria em pleitear o reforço do contingente das polícias Civil e Militar em Mojuí dos Campos.
Produção – Na área de Produção e Desenvolvimento, o coordenador Gustavo Hamoy informou que o desenvolvimento econômico de Mojuí dos Campos, município instalado em 2013, tem sido impulsionado, entre outros fatores, pela agência do Banco do Estado do Pará (Banpará), que permite a realização de diversos serviços e a circulação de recursos na cidade, evitando o deslocamento até Santarém.
Gustavo Hamoy destacou ainda o potencial do município no setor agropecuário, e adiantou que o Centro de Governo, em parceria com vários órgãos estaduais de produção e capacitação, vai trabalhar para estimular ainda mais o setor.
Fonte: RG 15/O Impacto e Samuel Alvarenga