Após reunião no DNIT, terminal de Cargas e Passageiros será repassado à Prefeitura de Santarém



O prefeito de Santarém Nélio Aguiar, acompanhado com o secretário de Infraestrutura Daniel Simões e do vereador Henderson Pinto reuniram nesta terça-feira (27), com o diretor de Infraestrutura Aquaviária do DNIT, Erick Moura e com o Coordenador-Geral de Gestão e Operações Aquaviárias Antônio Lopes Caputo para tratar sobre a concessão do Terminal Hidroviário de Cargas e Passageiros que fica localizado no bairro Prainha, ao lado da antiga Tecejuta.
No encontro ficou definido que a administração do Porto será repassada ao Município de Santarém. "Estamos trabalhando para buscar uma concessão não onerosa para o Município. Santarém vai assumir a operação do Porto permitindo que ele funcione em sua plenitude, pois atualmente já temos uma autorização precária que permite o funcionamento da rampa para travessia ao Porto de Santana no Tapará e ao Porto de Aninduba (região do Lago Grande)", explicou Nélio Aguiar.
O governo municipal tem trabalhado incansávelmente para liberar o terminal para operação imediata. O Porto é de responsabilidade do Governo Federal, pertence ao DNIT. "Com essa autorização do DNIT, esperamos avançar na operação do Porto, no píer flutuante, para então começarmos a operar com atracação das demais embarcações", finalizou o prefeito Nélio Aguiar.

Sobre o Terminal de Cargas e Passageiros
As obras iniciaram em 2008, com o convênio Dnit-292/2006 DAQ, contrato 07/2008, sob a responsabilidade da empresa Construtora Mello de Azevedo S/A e concluídas e entregues na gestão de Nélio, em junho de 2017. No terminal constam: cais de arrimo, rampa de concreto armado, drenagem pluvial, cais flutuante, terminal de cargas e passageiros e obras complementares. O valor total utilizado na obra é R$ 6.216.796,42, oriundo do Ministério do Transporte / Dnit e Prefeitura de Santarém.

Anna Karla Lima Agência Santarém