Ex-padre é preso por pedofilia em Belém

A Delegacia da Santa Casa prendeu o ex-padre católico ortodoxo Dilermando Freitas de Lima, 48 anos. Ele é acusado de estuprar um menino que era coroinha na época que o acusado era padre, em Belém. O preso foi levado para a a Delegacia do Propaz Integrado que fica na Santa Casa de Misericórdia.
A prisão é resultado na Operação Sinos e refere-se ao cumprimento de mandados judiciais de Prisão Preventiva e Busca e Apreensão decretados pelo juiz Heyder Tavares Da Silva Ferreira, Juíz Titular da 1ª Vara de Inquérito Policiais e Medidas Cautelares de Belém, em desfavor do preso.
O primeiro abuso ocorreu, quando a vítima tinha apenas 9 anos de idade, após Dilermando ter celebrado uma missa na Igreja da Trindade, bairro de Batista Campos em Belém. Após a celebração o padre conduzindo seu veículo parou em uma rua pouco movimentada do Conjunto Médice II, na Marambaia, e lá praticou sexo oral no menino e determinou que ele assim o fizesse.
Os abusos ocorriam diariamente dentro do quarto do ex-Padre, onde ele fazia com que a criança assistisse vídeos pornográficos e depois o estuprava. Dilermando fazia com que a criança acreditasse que os atos eram normais e se estenderam até os 12 anos da vítima, quando passou a perceber que aquele comportamento não era adequado.
(Com informações da Polícia Civil)