Presidente da Famep participa em Brasília de reunião dos Municípios Amazônicos

Nélio Aguiar com o Ministro do Transporte Valter Casimiro tratando dos pontos críticos do trecho urbano da Santarém Cuiabá.
O presidente da Federação das Associações dos Municípios do Estado do Pará (Famep) e coordenador da Região Norte da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Nélio Aguiar, na companhia do diretor executivo da Federação, Josenir Nascimento, estiveram na reunião dos Municípios Amazônicos para debater os desafios da região e propor soluções viáveis de desenvolvimento e de melhoria na qualidade de vida da população. Os representantes Municipalistas se reuniram com a equipe técnica da CNM, na manhã desta quarta-feira (18). O primeiro tesoureiro da CNM e prefeito de Manaquiri (AM), Jair Souto, explicou que o objetivo do Projeto Municípios Amazônicos é buscar soluções para os problemas enfrentados, que muitas vezes passam despercebidos do poder público federal.
Os técnicos da Confederação apresentaram dados específicos e mapeamentos da região. Também mencionaram projetos, em tramitação no Congresso Nacional, com impacto direto nos Municípios Amazônicos e as diversas leis que trazem a obrigatoriedade de elaboração de planos municipais, como por exemplo: plano de saneamento básico, de resíduos sólidos, de mobilidades urbana e diretor e de planejamento territorial.
A presidente da Associação dos Municípios do Acre (Amac), Marilete Vitorino também participou do encontro. Além deles, estavam presentes os secretários da Associação Tocantinense dos Municípios (ATM), Jailton Bezerra; e o consultor de Manaqueri (AM), Rodrigo Serravale.
“Queremos agradecer a CNM. Nossa região é riquíssima, mas o povo é pobre. Estamos sempre buscando melhorias para os nossos problemas”, disse o presidente da Amac ao final da reunião, que foi apenas um ponto de partida para outros encontros e para a formulação de uma pauta comum de atuação. Em relação à consolidação desses objetivos de atuação, Souto reforçou que a União dos municipalistas do Norte é fundamental para que haja mudanças.
“Neste primeiro encontro interno na CNM ouviremos os técnicos e o levantamento que fizeram sobre a região, para depois priorizar ações concretas para atuarmos”, falou o Coordenador da Região Norte Nélio Aguiar, em seguida a apresentação do Núcleo Desenvolvimento Territorial, que inclui Defesa Civil, Desenvolvimento Rural, Meio Ambiente e Saneamento, Planejamento Territorial e Habitação, Projetos, Trânsito e Mobilidade e Internacional. O primeiro tema a ser abordado no início das atividades foi desastres naturais. “A maioria dos Municípios que tiveram decreto de emergência reconhecidos não conseguiu receber recursos da União”, disse o técnico de Defesa Civil da entidade, Johnny Amorim. O presidente Ameap defendeu: “temos que sair do foco do desastre e ir para o foco da prevenção”.
Fonte: RG 15/O Impacto