‘Socorro Ministério Público!’, diz revoltado familiar de paciente no PSM

segunda-feira, abril 11, 2016 0 Comments

Quem entra nas dependências internas da unidade de saúde, se depara com uma verdadeira cena de guerra.


Caos se instalou no PSM de Santarém
Caos se instalou no PSM de Santarém
– Calamidade pública – essa e outras expressões foram utilizadas por familiares de pacientes que procuram atendimento no Pronto Socorro Municipal de Santarém (PSM). Quem entra nas dependências internas da unidade de saúde, se depara com uma verdadeira cena de guerra. Sem espaço nas enfermarias, é grande o número de pacientes que são atendidos nos corredores do PSM.
“Faz três dias que a minha mãe está em uma maca no corredor, sem colchão e sem lençol. Desta forma como os doentes vão melhorar. A tendência é piorar. Isto é uma verdadeira calamidade pública. Felizmente, existem profissionais que trabalham com amor, e que atendem com muito carinho. Porém, sem estrutura alguma”, reclama a acompanhante de uma paciente.
Outro acompanhante reclama da falta de compromisso dos vereadores e do prefeito, e acredita que somente o Ministério Público é que pode ajudar. “É muito sofrimento para as pessoas doentes e para os acompanhantes, que se quer tem a disposição uma cadeira para sentar. Faço um apelo, Socorro Ministério Público! É muita gente sofrendo. Se a questão é falta de dinheiro, então porque o prefeito não deixa de gastar com propaganda, para investir na saúde?”, diz indignado João Batista, morador do bairro Área Verde.
Tanto para os pacientes, quanto aos acompanhantes que sofrem vendo o padecimento dos seus parentes, resta apelar para os órgãos que podem intervir na situação, e de certa forma tentar minimizar toda essa situação.
Por Edmundo Baía Júnior

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.