terça-feira, 3 de maio de 2016

Povo reclama!

(Guilherme)
“Na manhã de domingo, 01 de maio, muitos santarenos provaram que querem ver o Lago do Maicá firme e forte e sem ser degradado pela construção de portos. Foram muitas as pessoas que saíram de suas casas para participar do abraço simbólico no lago. Todos tiveram um único objetivo: ver o lago preservado e sem sofrer impactos ambientais pela ganância do capitalismo. Estudantes, comunitários, pescadores e demais representantes da Sociedade Civil Organizada participaram do evento. Todos encerraram o ato com uma mensagem cristã, as margens do manancial. Agora resta as autoridades fazerem a parte dela, deixando esses portos de lado, para que o lago continue preservado!”