Polícia de Santarém procura motorista que causou acidente na Travessa Silvino Pinto

segunda-feira, junho 20, 2016 0 Comments

Durante o acidente, uma mulher ficou gravemente ferida.



Caminhonete que atingiu o carro do valerio
Veículo que causa o acidente avançando a preferencial.
As polícias Civil e Militar continuam investigando as causas de um acidente que aconteceu por volta de 23h45, de sábado, 18 de junho, no cruzamento da Travessa Silvino Pinto com Avenida Marechal Rondon, no bairro Santa Clara, em Santarém, oeste do Pará. Durante o acidente, uma mulher ficou gravemente ferida.
De acordo com a Polícia, o comandante do Centro Integrado de Operações (NIOP), major PM, Valério Ferreira, trafegava em um carro de marca Toyota, modelo Hillux, cor branco, placas OAM-6139, de Manaus, sentido Borges Leal, levando a esposa grávida, como passageiro, quando foi surpreendido por uma caminhonete modelo Triton, cor branco, placas OAR-2108, de Guarantã do Norte, Mato Grosso.
Carro do Valerio
Veículo que era dirigido pelo Oficial da PM.
Com o impacto da batida, o carro do major Valério teve a frente parcialmente destruída. A esposa do oficial bateu a cabeça e foi levada por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), para o Pronto Socorro Municipal (PSM), sendo transferida na manhã de domingo, 19, para o Hospital da Unimed. O carro com placa do Mato Grosso capotou.
Segundo populares, dois homens que estavam dentro da caminhonete Triton, com ajuda de um morador saíram rapidamente do carro e se evadiram do local. O carro de Guarantã do Norte está em nome de Filomena Botelho Baroncelli. Agentes da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT) levaram os dois carros para o pátio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra).
Moradores do bairro Santa Clara preparam um abaixo-assinado para pedir a SMT redutores de velocidade no cruzamento da Travessa Silvino Pinto com Avenida Marechal Rondon, onde segundo eles, os acidentes são constantes. A SMT prepara a perícia para esclarecer o caso.
Em nota enviada a imprensa, o major Valério afirmou que o carro com placa de Mato Grosso avançou a preferencial. “Estava eu subindo a Silvino Pinto em direção a Borges Leal quando de repente e, inesperadamente uma L-200 avançou em alta velocidade a Marechal Rondon e ocasionou o acidente. Não tive como evitar!”, exclamou o oficial.
Ele ressaltou que levou um grande susto. “Depois de um grande susto fomos hospitalizados na Unimed. Quero destacar a eficiência do Samu e dos plantonistas do PSM. Foram fundamentais naquele momento”, informou major Valério.
Para que fique esclarecida qualquer dúvida sobre o acidente, major Valério deu a seguinte explicação: “Desci do carro depois do acidente, e ainda me preocupei com as pessoas da L-200, porque havia tombado. Pra minha surpresa, eles fugiram. Dentro do carro deles havia latas de cerveja, vinho e outras coisas que configuravam bebida ao volante. Minha esposa teve a cabeça quebrada e hematomas pelo corpo e eu atingido a coluna. Minha preocupação era com meu segundo bebê que está a caminho e já recebe esse presente de pessoas irresponsáveis. Se alguém souber de algo dessas pessoas por favor avisar”.
Por Manoel Cardoso
RG 15 / O Impacto

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.