Policiais campeões de voto para deputado disputarão prefeituras

Eles são policiais, campeões de votos nas últimas eleições para deputado e agora querem ser prefeitos de capitais. Empunhando as bandeiras da segurança e da defesa da família, preparam-se para disputar as eleições na condição de "outsiders", buscando superar candidatos de grupos políticos tradicionais. 

Com candidaturas competitivas e pontuando bem nas pesquisas de opinião, estes "homens da lei" lançaram pré-candidaturas para comandar capitais como Fortaleza, Belém e Goiânia.

Em Belém, outro delegado que se tornou deputado federal mais votado de seu Estado é um dos principais nomes para disputar a capital.

Com 266 mil votos nas eleições de 2014, o Delegado Eder Mauro (PSD), 55, vai tentar romper a polarização entre os grupos do senador Jader Barbalho (PMDB) e do governador Simão Jatene (PSDB).

Membro da "bancada da bala", é um dos mais acirrados opositores do PT no Congresso. Ao votar pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, acusou o governo de querer "destruir" a família com propostas "de que criança troque de sexo e aprenda sexo nas escolas".

Eder Mauro responde a um inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal) pelos crimes de extorsão e tortura. O crime teria ocorrido em 2009 e teria como vítimas um homem e seu filho, uma criança com dez anos na época. Ele nega as acusações.
 
  Deputados irão concorrer em três capitais em 2016
Delegado Waldir (PR)
Cidade: Goiânia (GO)
Cargo: Deputado federal
Votos em 2014: 274 mil
Deputado federal mais votado da história de GO, é um dos mais inflamados opositores de Dilma Rousseff
Delegado Eder Mauro (PSD)
Cidade: Belém (PA)
Cargo: Deputado federal
Votos em 2014: 266 mil
Deputado mais votado do PA, responde inquérito pelos crimes de extorsão e tortura. Ele nega as acusações
Capitão Wagner (PR)
Cidade: Fortaleza (CE)
Cargo: Deputado estadual
Votos em 2014: 194 mil
Deputado mais votado da história do CE, foi líder da greve da Polícia Militar em 2012