NOVO PORTAL

sexta-feira, setembro 09, 2016 0 Comments

  VICE GOVERNADOR NA BERLINDA

Edição 1110


VICE GOVERNADOR NA BERLINDA
Conforme notícia veiculada no Jornal Diário do Pará, o Vice Governador do Estado, Zequinha Marinho foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF), sob a acusação de exigir que servidores de seu gabinete na Câmara dos Deputados – quando era Deputado Federal – transferissem parte de seus salários ao Partido Social Cristão (PSC). As acusações ao Vice que o fizeram réu integram ação penal movida no TRF da 1ª Região em Brasília. Em nota, Zequinha informou que o Tribunal Federal, aonde a ação foi movida, está examinando os aspectos formais da denúncia e que não existe ainda nenhuma decisão definitiva sobre o mérito da causa. No entanto, a explicação dada pelo acusado não o exime de uma possível condenação, de vez que, toda ação penal tem um trâmite legal, e só no final é que haverá a decisão condenatória ou não. O fato é que, o ex-deputado federal e hoje Vice, é réu em processo penal.
O ELEITOR E A POLÍTICA
No próximo dia 02 de outubro/2016, o Brasil inteiro estará realizando as eleições municipais e os brasileiros exercendo a cidadania, que se traduz no voto direto e secreto. Há, em todo País, uma espécie de decepção do povo com o mundo político, especialmente pelos acontecimentos que enegrecem a reputação do País, aqui dentro e no plano internacional, tendo em vista a corrupção, os desmandos administrativos dos nossos governantes, e, principalmente, o arcabouço socialista montado pelo Partido dos Trabalhadores, capitaneado por Lula, no sentido de criar repúblicas socialistas na América do Sul para, no fundo, implantarem o comunismo. Por tudo isso e pelo descaso e omissão das autoridades é que as eleições vindouras não despertam muitas expectativas. Em Santarém não é diferente. Pode-se notar nas ruas, nos bairros, nas comunidades e em todo lugar, uma áurea de desconfiança nos políticos, especialmente nos que buscam a reeleição, quando na verdade, pouco ou quase nada fizeram pelo Município. Claro que existem exceções, e aí, me refiro a certos candidatos à reeleição para vereador. Tanto aqui, como em outros Municípios há certa decepção com a administração pública, aonde as promessas foram muitas, porém, as realizações poucas, e muitas delas de cunho eleitoreiro, já que ultimadas a menos de um mês do pleito. O eleitor é quem deve saber quem vai eleger, tendo sempre a certeza de que, se não comparecer às urnas, votar em branco ou anular seu voto, não estará ajudando em nada, mas cooperando para que o quadro continue com a mesma pintura.
GANHANDO PONTO: O CSMPF (Conselho Superior do Ministério Público Federal) que decidiu nesta terça-feira (6) prorrogar a Operação Lava Jato por mais um ano em Curitiba e por mais três meses no Rio de Janeiro. A medida tomada pelo Conselho permitirá que o grupo de trabalho montado no Paraná continue com as investigações e funcionando até 8 de setembro de 2017.  Iniciada nos primeiros meses de 2014, a Lava Jato já deflagrou 33 etapas, com prisões de políticos e alguns dos maiores empresários do país. Os processos em que são investigados autoridades com foro privilegiado, como é o caso de senadores, deputados federais, ministros de estado não são de competência da autoridade judicial de primeiro grau, mas sim a cargo do Supremo Tribunal Federal ou do Superior Tribunal de Justiça, dependendo da qualificação da autoridade, cujas ações cabe ao Procurador Geral da República. O fato importante é que a Operação Lava Jato vai ter continuidade, doa em quem doer.
PERDENDO PONTO: O sistema de transporte coletivo de Santarém que está com seus veículos na maioria sucateada, pondo em perigo os passageiros e transeuntes que trafegam ou caminham na mesma rota dos ônibus. Vários já foram os acidentes ocorridos pela má conservação dos veículos ou por imprudência dos motoristas destes coletivos. Já foram constatados acidentes com quebra de barra de direção, excesso de velocidade, e agora por último, um ônibus perdeu o rodado traseiro quando dois pneus sacaram-se do veículo e saíram atingindo outros estacionados nas proximidades das Faculdades Integradas do Tapajós. Por muita sorte não atingiu pessoas. Tudo isso, se deve a má administração que não exige uma melhoria considerável no transporte coletivo (cabe ao Prefeito implementar medidas que obriguem a uma renovação da frota), para melhor atendimento ao público. Aliás, desconheço se algum coletivo é dotado de elevador para o acesso e a mobilidade de deficientes cadeirantes. Enquanto o Brasil se moderniza aos poucos, Santarém continua a mesma neste aspecto.
PONTUANDO: # Mudando de ação – Quando Collor sofreu impeachment na década de 90, Lula foi o primeiro a se insurgir contra alguma regalia a ser dada ao ex-Presidente, como veículos, segurança, etc. Chegou a dizer que, se o Collor quisesse auxílio moradia o melhor lugar para buscá-lo seria na casa de detenção. Como será que o Lula e sua tropa vão reagir a respeito de umas poucas mordomias (mas tudo sai dos nossos impostos), que serão dadas à Dilma?  # Mais insegurança – Santarém está vivendo cada dia mais insegura, tantos são os assaltos, o tráfico de drogas e outros crimes que campeiam nos quatro cantos da cidade. A Polícia Militar, na sua missão de polícia preventiva está fazendo um grande trabalho contra a bandidagem. O problema maior é que não temos na PM uma estrutura maior de viaturas e de contingente. Apesar de tudo, é a PM que se faz presente nos fatos criminosos que ocorrem no dia a dia. Também não se pode deixar de citar a lentidão de parte da Justiça da Comarca no trato dos processos criminais. Basta citar que três criminosos, autores de assalto só tiveram a prisão preventiva decretada após 04 meses do pedido formulado pela Polícia Civil. Assim não dá!  # Guarda Municipal – Por isso mesmo é que Santarém precisa, para cooperar com a segurança pública, de uma Guarda Municipal com mais de 150 elementos, e não a minguada guarda que o Alexandre prometeu e assim mesmo não criou, de 50 integrantes. Além de tudo, desarmados, só com cassetetes, quiçá para ajudar no equilíbrio da corrida com o ataque dos bandidos. Falta senso administrativo ao gestor! # Santarém em maus lençóis – Como se não bastassem os desmandos da gestão municipal de Santarém, no que pertine aos serviços públicos de maior interesse do povo (saúde, educação, infraestrutura, vias de escoamento da produção rural, etc.), de responsabilidade do Prefeito, o Governo do Estado também não faz a sua parte, na medida em que abandonou várias obras em andamento, tais como o Estádio, Ginásio Poliesportivo e COSANPA. Esta, a que mais tem causado transtornos ao povo que precisa de água em seus lares.    # Sairé: Festival folclórico ou palco de brigas? – Com o passar dos tempos, aquela festinha provinciana do Sairé que era feita na Praça de frente á Igreja, se transformou num grande encontro de aglomerações de pessoas e de comerciantes vendendo os mais variados produtos, sem se falar na violência que tomou conta daquele evento. Atualmente, com a invenção dos botos e com a invasão de elementos de fora da Vila, o que era uma pequena e bonita festa se transformou num picadeiro de grandes apresentações, mas também, de insegurança em todos os sentidos. Tomara que este ano tudo corra em paz!  # Mais uma constatação negativa para Santarém – A notícia veiculada no jornal O Estado net, dando conta da colocação da cidade de Santarém entre aquelas mais mal avaliadas no ranking de eficiência dos Municípios, tal como elaborado pela Folha de São Paulo, nos deixa entristecidos por saber que o nosso Município está em situação pior do que Curuá, Itaituba e Juruti, no que diz respeito à aplicação dos recursos públicos nos setores da educação, saúde e infraestrutura. Lamentável tal constatação! # Desprestigiando o dia 07 de setembro – Nota-se, com evidência, que o secretariado do Prefeito Alexandre Von não é chegado a prestigiar as solenidades da Semana da Pátria. Nos desfiles do dia 05, o maior deles exclusivo para estudantes, ocorrido à noite, dá para se observar nitidamente o seguinte: presença somente do Prefeito, esposa e a Secretária de Educação, não se observando a presença de nenhum outro secretário. Ou o Prefeito não os convidou ou já está virando aquela máxima, “rei morto, rei posto,” tendo em vista o fim de mandato do gestor santareno. Será? Há de se perguntar: Será que o Prefeito prestigia os desfiles suburbanos?  # Greve bancária – Terça-feira (06/09) iniciou-se a greve dos bancários decidida que foi em assembléia realizada entre eles na capital do Estado. Os bancários exigem aumento de 14,7% que é a reposição da inflação e mais 5% de ganho real, eles querem mais contratações e o fim das demissões motivadas. De fato, enquanto os donos dos bancos enchem os bolsos com lucros exorbitantes, os bancários dão tudo de si para tentar manter em funcionamento o sistema no País. Que eles merecem um aumento é fato. Porém, não podemos pagar pela indiferença dos banqueiros.  # Preparando para as eleições – A Justiça Eleitoral convocou 3.696 mesários para trabalhar nas eleições municipais deste ano. Todo esse pessoal será distribuídos nas Comarcas de Santarém, Mojuí dos Campos e Belterra, onde estão localizadas as três Zonas Eleitorais, duas delas em Santarém. Há a obrigatoriedade para todos os convocados com a finalidade do treinamento e de trabalharem nas eleições do dia 02 vindouro. # Destacando – O abraço vai para os amigos cabeleireiros, Raimundo Galúcio, Francisco, conhecido como Chico e João Costa, que trabalham no Salão Rai Galúcio que fica na Avenida Muiraquitã, próximo à COHAB. Os três são imbatíveis em cortes masculinos, os quais são leitores desta coluna e assinantes do Impacto.

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.