Fla recebe proposta por terreno para estádio, mas ainda aguarda Maracanã

Clube tem oferta de permuta envolvendo Morro da Viúva por área na Zona Oeste

Por Rio de Janeiro
predio Morro da Viuva, sede do Flamengo (Foto: Vicente Seda / Globoesporte.com)Prédio do Morro da Viúva pertence ao
Flamengo (Vicente Seda / Globoesporte.com)
Apesar de insistir e apostar em acerto para administrar o Maracanã, o Flamengo tem uma carta na manga. Enquanto aguarda definição a respeito de como será feita a nova licitação do Maracanã, o Rubro-Negro estuda proposta de permuta envolvendo o Edifício Hilton Santos (sede do Morro da Viúva). O clube trocaria o prédio no bairro do Flamengo, na Zona Sul, por um terreno para construir o estádio próprio.

A situação ainda é tratada em sigilo. Principalmente porque o plano A continua sendo acordo satisfatório para a utilização do Maracanã. O grupo que fez a proposta oferece um terreno que fica na Zona Oeste do Rio, com cerca de 90 mil metros quadrados.

 - Realmente houve uma proposta nesse sentido, não posso entrar em detalhes, mas continuamos aguardando o desfecho da situação envolvendo o Maracanã - disse o vice-presidente de patrimônio do Flamengo, Alexandre Wrobel.
+ Em nota, Fla se mostra "preparado" para assumir e administrar o Maracanã
+ Flamengo quer Deodoro para 2016; entenda se é uma boa alternativa
Sem poder usar o Maracanã durante praticamente toda a temporada 2016, o Flamengo vem jogando fora do Rio de Janeiro. A opção que acabou agradando mais foi o estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES), onde a equipe só perdeu uma vez e ganhou sete. O time também mandou jogos em outras cidades como Brasília, Natal e São Paulo.

O Flamengo retomou o controle do prédio do Morro da Viúva em janeiro. Na ocasião. o Conselho Deliberativo do clube aprovou o distrato da escritura de locação à REX, braço imobiliário da EBX, de Eike Batista. A empresa havia arrendado o prédio em 2013 para a construção de um hotel, mas acabou por deixar o local abandonado.
Maracanã Flamengo X Grêmo (Foto: Getty Images)Maracanã ainda é a prioridade rubro-negra (Foto: Getty Images)