Susipe é responsável pela gestão da Penitenciária de Cucurunã

segunda-feira, outubro 24, 2016 0 Comments

Comandante do 3º BPM, Ten. Cel. André Carlos, diz Polícia Militar dá apoio à Susipe


ten-cel
Ten. Cel. Carlos André, Comandante do 3º BPM
A Polícia Militar do Estado do Pará luta diariamente para levar segurança à população. Responsável pelo policiamento ostensivo, a instituição tem se esforçado no combate aos criminosos. Em Santarém, oeste do Pará, o comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar, o Tenente Coronel André Carlos, e sua equipe, tem buscado contribuir com as demandas das comunidades e dos bairros do Município.
De acordo com o comandante, a Polícia Militar trabalha arduamente, dia e noite, para garantir a segurança da população. São policiais que fazem ronda por toda a cidade, e estão preparados para atender as ocorrências, nas mais diversas ocasiões.
“A Polícia Militar está sempre à disposição do cidadão de Santarém. Nós mesmos, do comando do 3º BPM sempre estamos à disposição da comunidade. As pessoas que quiserem vir aqui para dar sugestão, de qualquer assunto relacionado à segurança pública, nós estaremos aqui a para ouvir, trocar ideia e com certeza encontrar a melhor solução, no sentido de levar uma melhor qualidade de vida, no que tange à segurança pública”, disse à nossa reportagem o Tenente Coronel André Carlos.
FUGAS NO CUCURUNÃ: Sobre as recentes fugas registradas no Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura, localizado na comunidade de Cucurunã, – sendo que na última fuga fugiram 13 presos -, o comandante do 3º BPM esclarece que, a instituição responsável é Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), e cabe a PM apenas o apoio, para intervenções quando solicitado, como por exemplo, o trabalho realizado pelo Grupo Tático Operacional (GTO) na recontagem dos detentos. Os policiais militares também contribuem com o serviço de guarda. No dia 5 de outubro, nas primeiras horas da manhã, um grupo pelo menos 13 presidiários, conseguiu empreender fuga da casa penal. Segundo informações, os presos fugiram por um túnel, aproveitando-se de um desligamento registrado no fornecimento de energia do prédio. Em ato contínuo, seguiram em direção à mata que cerca o complexo penitenciário.
TRABALHO DE INTELIGÊNCIA: Segundo o comandante André Carlos, é muito importante a contribuição da população. Todas as informações repassadas ao disque denúncia, são verificadas. Inclusive diversas operações lograram êxito, após as informações repassadas pela comunidade, terem sido confirmadas e trabalhadas pela equipe do serviço reservado da PM.
Apesar de muitas vezes não serem reconhecidos pelo o brilhante trabalho, devido terem que trabalhar sem os holofotes, o grupo de PM que atua no serviço reservado (inteligência da PM) merece o reconhecimento da sociedade. Pois todos os dias, de domingo a domingo, atuam na composição, sistematização e checagem de informações sobre atuação dos criminosos que promovem o terror na população.
Por: Edmundo Baía Junior
Fonte: RG 15/O Impacto

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.