Antonio Rocha solicita recuperação de ramal na região do Lago Grande

quarta-feira, fevereiro 01, 2017 0 Comments

Antonio Rocha solicita recuperação de ramal na região do Lago Grande

Com a chegada do período chuvoso, a precariedade dos ramais só aumenta, deixando centenas de comunitários praticamente isolados.
O período chuvoso na região só torna ainda mais evidente os problemas das estradas, rodovias e ramais estado afora. As fortes chuvas aliadas à falta de manutenção devida dessas vias por parte do poder público, tem dificultado a vida de quem depende delas para se locomover e escoar a produção, por exemplo.
A Comunidade Aracuri, localizada no Lago Grande é uma das que enfrentam esse problema. Os comunitários reclamam das precárias condições em que se encontra o ramal de acesso à localidade, pela PA-257 – Translago. Realidade, que de acordo com o vereador Antonio Rocha (PMDB), infelizmente é compartilhada por outras comunidades visitadas ainda em período de campanha. “Tem um ramal em uma localidade que eu passei em período de campanha política chamado Urucureá em que as crianças precisam andar cerca de mil metros a pé até a escola. O ônibus para e não pode entrar porque o ramal é péssimo”, lamenta.
Entendendo que os ramais são de responsabilidade do município, o parlamentar solicitou através do Requerimento N° 080/2017, enviado ao secretário municipal de agricultura e pesca, José Maria Tapajós, o serviço de recuperação do referido ramal que liga a PA-257 – Translago à Comunidade Aracuri, haja vista que as condições de trafegabilidade da via tem afetado também as famílias de agricultores residentes na comunidade, que estão quase impossibilitadas de escoar a produção agrícola local. “É de grande importância a realização deste serviço, e é uma obrigação minha como político, trazer esses benefícios para a população. Este requerimento solicita que a secretaria competente envie máquinas para fazer os ramais esquecidos pelo governo  que passou”, conclui.

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.