Caso da professora agredida

sexta-feira, fevereiro 03, 2017 0 Comments

A agressão sofrida por uma professora e atribuída a uma outra mestra, servidora na SEMED, e às suas duas filhas, tem rendido muitos comentários na cidade, principalmente na cobrança de uma manifestação da Secretaria sobre o fato. É preciso entender que o que ocorreu foi um acontecimento alheio às funções que a professora desenvolve na SEMED e sem nenhum vínculo com a educação escolar. Se houve culpa de A ou B, cabe à Polícia investigar e a Justiça julgar. Querer que a SEMED puna a professora, supostamente autora dos fatos, não é uma reivindicação justa, até porque não é a SEMED a autoridade punitiva de um suposto crime fora das suas esferas de atribuições. A palavra final cabe à Justiça. 

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.