Cosanpa tem novo presidente

terça-feira, março 14, 2017 0 Comments

Graduado em Gestão Pública, Abrãao Benassully é o novo presidente da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa). Empossado pelo Conselho de Administração na segunda-feira (13), ele presidia a Companhia de Portos e Hidrovias (CPH). É membro titular do Conselho de Autoridade Portuária de Belém e Santarém, como representante do Pará, nomeado pela Secretaria Especial de Portos da Presidência da República.
Abrãao Benassuly assumiu o cargo no lugar de Fernando Martins, que estava interinamente na presidência da Cosanpa substituindo Luciano Dias. O novo gestor tomou posse reconhecendo o desafio que tem pela frente. “A Cosanpa tem grandes investimentos para melhorar o serviço prestado à população”, diz.
Entre as obras atualmente em execução está a ampliação e melhoria do sistema de abastecimento de água no bairro do Sideral, em Belém, orçada em R$ 4.784.034,11. A Cosanpa também faz a revitalização da subestação elétrica do setor São Bras, com orçamento de R$ 3.459.883,61. Outras obras em andamento são a ampliação e melhoria do sistema de esgotamento sanitário do setor Benguí, orçada em R$ 11.959.678,98, e a ampliação e melhorias do sistema de esgotamento sanitário com implantação de uma estação de tratamento de esgoto e reabilitação da elevatória de esgoto tratado, orçada em R$ 72.690.418,8.
Em Ananindeua, região metropolitana de Belém, a Cosanpa executa obras de ampliação e melhorias do sistema de abastecimento de água no setor Sabiá, orçada em R$ 2.725.403,99. Em Marabá, no sudeste do Estado, está em andamento a ampliação do sistema de abastecimento de água (PAC I, primeira etapa), com assentamento de 62,99 km de rede de distribuição, execução de 2.468 ligações prediais, reservatório elevado, estação de tratamento de água e subestação elétrica. A obra está orçada em R$ 72.025.670,58.
A companhia obteve junto ao Ministério das Cidades recursos do PAC 2 para a segunda etapa das obras de ampliação do sistema de abastecimento de água de Marabá, que inclui a ampliação da captação de água superficial, duplicação das adutoras de água tratada, mais um reservatório apoiado, assentamento de 45 km de rede de distribuição e execução de 5.577 ligações prediais. O orçamento é R$ 45.706.379.26.
Em Itaituba, no sudoeste do Pará, a Cosanpa executa obras de ampliação do sistema de abastecimento de água com captação superficial, 20,44 km de rede de distribuição, ligação de 1.950 unidades, estação de tratamento de água, reservatório apoiado e subestação elétrica. A obra está orçada em R$ 17.282.012,12.
Em Breves, na ilha do Marajó, a companhia faz a ampliação do sistema de abastecimento de água com captação superficial, 14,4 km de distribuição, 1.693 ligações prediais, reservatórios elevado e apoiado, estação de tratamento de água, elevatória e subestação elétrica. A obra está orçada em R$ 25.771.373,64. Em Moju, nordeste do Estado, a obra é a ampliação do sistema de abastecimento de água com capitação superficial, 56,65 km de rede de distribuição, 2.830 ligações prediais, estação de tratamento de água e reservatórios apoiado e elevado. A obra está orçada em R$ 27.331.572,89.
Por: Andrea Cunha

Fonte: Agência Pará

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.