Reunião na Câmara encerra apresentações do Balanço Econômico do Turismo em Santarém

terça-feira, março 21, 2017 0 Comments

Secretário de Turismo, Pablo Barrudada, fez uma avaliação dos indicadores e ressaltou que a saída para o momento, é investir no turismo regional.
A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur) apresentou na sexta-feira (17) o “balanço econômico do turismo de Santarém 2015-2016” para o Presidente da Comissão de Transporte e Turismo da Câmara Municipal de Vereadores, Alaércio Drogamil. O encontro fechou o círculo de apresentações, que iniciaram na terça-feira (15), com o trade turístico da área urbana e rural, além das instituições públicas e privadas.
Dados do turismo no Brasil e do Estado do Pará foram apresentados pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese-PA) e Secretaria de Estado do Turismo do Pará (Setur).
Informações como o número de turistas, gastos presumido, geração de emprego/renda em 2015-2016 e as metas para 2017 no Pará, foram apresentados pelo técnico do Dieese/PA, Roberto Sena, e da Setur, Admilson Alcântara. Edmilson destacou a importância do turismo para a movimentação econômica do Pará. “A importância do turismo no Estado é uma realidade, temos aqui um volume de mais de um milhão de turistas, movimentando a economia em torno de 700 milhões de reais e esse momento da apresentação dos dados nos ajudarão a criar alternativas, para fazer com que o setor turístico volte a crescer e supere a crise que muito prejudicou a economia do Pará”, destacou.
De acordo com o técnico do Diesse, Roberto Sena, os dados foram coletados aplicando pesquisas nas principais atividades econômicas do turismo no Pará. “Para a coleta dos dados aplicamos formulários de pesquisa junto as empresas de transportes, alojamentos, alimentação, agências de viagens e cultura e lazer. Os dados também foram qualificados com base nos dados do Word Tourism Organization, Ministério do Turismo, Ministério do Trabalho e Emprego, Fundação Getúlio Vargas, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), IBGE, Infraero e Sinart”, esclareceu.
O secretário de turismo, Pablo Barrudada, fez uma avaliação dos indicadores e ressaltou que a saída para o momento, é investir no turismo regional. “Nos dados, apresentamos toda a oferta turística do município, mas o que nos chamou atenção foi à queda que Santarém teve na taxa de ocupação hoteleira, isso de deve a queda brusca de -33% do número de aeronaves que deixaram de pousar e decolar no aeroporto da cidade, e conseqüente a isso, uma queda de -13,34% na ocupação de leitos nos hotéis e pousadas. Com base nesses dados verificamos que o turismo de base regional é a nossa válvula de escape neste momento, pois os dados apontam que a o turismo regional aumentou bastante e a Semtur já está dialogando com os municípios vizinhos, para fazermos um planejamento de fortalecimento deste segmento de mercado”, destacou. O Secretário informou, ainda, que esses e outros dados estarão disponíveis na Secretaria Municipal de Turismo (Semtur) para os interessados nas informações.
A Secretaria Estadual de Turismo (Setur) aproveitou sua vinda a Santarém para apresentação dos dados econômicos, e realizou a oficina da regionalização do turismo. Edmilson Alcântara explicou a importância de promover o evento em conjunto com a apresentação do balanço econômico. “Nesta semana estivemos com todos os envolvidos no setor de políticas do turismo, de Santarém e outros municípios do Oeste do Pará, não queríamos só apresentar os números no que se refere ao turismo no Estado, mas também, organizar e planejar o remapeamento da região que foi iniciado na “Oficina de Regionalização do Turismo”.
No encerramento da Oficina aconteceu a votação para a escolha do representante regional de Turismo do Pólo Tapajós, e por unanimidade o secretário municipal de turismo de Santarém, Pablo Barrudada, foi eleito.

Fonte: RG 15/O Impacto e Ascom/PMS

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.