ÁGUA E ESGOTO



A Prefeitura de Santarém aguarda para maio a conclusão dos estudos que são realizados por quatro empresas privadas que atenderam o edital de chamamento público lançado pela Seminfra em dezembro de 2017, sobre a situação do saneamento (água e esgoto) no Município. O próximo passo é tirar da Cosanpa a concessão do serviço. O edital do Procedimento de Manifestação de Interesse Nº 008/2017-Seminfra, tem como objeto, a elaboração de estudos para a concepção e desenvolvimento de modelo de parceria entre a Administração Pública e o setor privado, visando a recuperação, melhoria e ampliação da infraestrutura de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário bem como a prestação dos serviços públicos de abastecimento de água e esgotamento sanitário, na área urbana do município, englobando os estudos técnicos, jurídicos, econômico-financeiros e a análise dos riscos do empreendimento. O prazo para que as empresas entreguem à Prefeitura o resultado dos estudos encerra neste mês de maio.
O prefeito Nélio Aguiar informou à Coluna, que se não houver atraso, é possível que até o final do mês de junho já se tenha uma autorização para funcionamento e até o final do ano uma licitação definitiva para uma concessão com prazo de 30 anos para uma empresa privada. Segundo Nélio Aguiar, as maiores empresas de saneamento e esgoto do Brasil já manifestaram interesse em participar do processo licitatório em Santarém. Talvez o serviço de drenagem também seja incluído no edital, uma vez que o Município não consegue resolver esse problema só com a ajuda do governo do estado e do governo federal.