Bel Coelho é uma das Chefs convidadas para o Festival Gastronômico 'Cozinha Tapajós'

Com uma vasta experiência na produção autoral de sabores, a partir de elementos da culinária das várias regiões do Brasil, a chef Bel Coelho é uma das convidadas para conhecer as peculiaridades da gastronomia tapajônica, no Festival Gastronômico 'Cozinha Tapajós', programado para os dias 24, 25 e 26 de junho. O evento contará com uma mega estrutura e programação, na Praça 7 de setembro, em Alter do Chão.
Apresentadora da série "Receita de Viagem com Bel Coelho", exibida pelo canal fechado TCL Discovery Networks, viaja por todo o território brasileiro em busca de novos ingredientes para compor receitas criativas e inovadoras, sendo considerada uma das Chefs mais talentosas da atualidade. Bel já conheceu os sabores da feira do Ver-o-Peso em Bélem, como o tacacá, o pato do imperador e esteve também na Ilha de Marajó no arquipélago dos búfalos provando do turú - iguaria com variadas formas de preparo, que é retirada de troncos apodrecidos. A Chef virá ao oeste do Pará para desbravar a culinária da região do Tapajós.
De uma família de apreciadores da gastronomia, tem em sua memória afetiva uma forte ligação à cozinha e seus sabores. Formada pelo Culinary Institute of America (CIA), trabalhou com grandes chefs, em alguns dos mais importantes restaurantes do mundo, adquirindo experiência e um repertório rico em técnicas clássicas e de vanguarda. Com um empreendimento gastronômico na Vila Madalena em São Paulo, a Chef vem a Santarém, também para trocar experiência. Bel Coelho desenvolve um projeto de restaurante itinerante mensalmente, que consiste em oferecer aos seus clientes, seu celebrado menu de degustação, combinando a intensidade e criatividade brasileira com a sofisticação da alta gastronomia.
Bel Coelho faz com seus pratos uma releitura das técnicas clássicas com os conceitos culinários regionais. "Meu estilo de comida é altamente brasileiro, autoral e atual, mas sempre mantendo fortes laços com as técnicas clássicas", destacou. A Chef percorreu mais de 35 cidades brasileiras aprofundando sua pesquisa e explorando, com um outro olhar, a autêntica cozinha do Brasil e toda a sua riqueza de ingredientes, personagens, costumes e histórias.
Confira a Biografia da Chef Bel Coelho:

Bel Coelho vem de uma família de diplomatas, com ascendência portuguesa. É fácil entender de onde vem o talento da chef para cozinha e o prazer que tem em receber. Ao longo de 18 anos de carreira, trabalhou ao lado de grandes mestres, passou por casas de sucesso e hoje comanda os restaurantes Dui e Clandestino, em São Paulo.
Começou a carreira como estagiária de Laurent Suadeau e no restaurante Fasano até partir para Nova York, onde aperfeiçoou seus conhecimentos no CulinaryInstituteofAmerica (CIA) e Payard. Em seguida, trabalhou com Alex Atala, no D.O.M. e tocou seu próprio buffet "Ao Seu Bel Prazer". Tornou-se conhecida do público como chef em 2003, no restaurante Madelleine. No ano seguinte comandou a cozinha do Sabuji e recebeu o prêmio de Chef Revelação oferecido pelo júri de Veja São Paulo na edição guia Comer e Beber – O Melhor da Cidade.
Em 2005 a cozinheira inquieta decidiu partir para novas experiências. Durante dois anos viveu no exterior e passou por países como Inglaterra, França e Portugal. Na Espanha, trabalhou por uma temporada no exclusivo El CellerCan Roca, com três estrelas no conceituado Guia Michelin e reconhecido como o segundo melhor restaurante do mundo pela revista inglesa The Restaurant.
De volta ao Brasil, Bel esteve a frente da cozinha do famoso Buddha Bar, até partir para o Dui – o primeiro restaurante que chamou de seu. Livre para criar, a chef apostou em receitas despretensiosas e revelou de vez seu amor pela gastronomia brasileira. Em 2011, lançou o Clandestino, espaço reservado para menus-degustação exclusivos. No primeiro andar do Dui, apenas 15 comensais por semana são recebidos e servidos pela própria cozinheira.
No mesmo ano, Bel foi indicada a chef do ano pelo júri da revista Veja SP na edição do guia Comer e Beber – O Melhor da Cidade e seu risoto de paio, couve e favas verdes foi eleito o Melhor Prato com Arroz, pelo Prêmio Paladar 2011 – Os melhores do ano, do jornal Estado de São Paulo.