Empresa responsável pelo Residencial Salvação deixa moradores na mão

Obra completa dois anos neste sábado e foi abandonada pela empresa “Em Casa”
Não é segredo que o Residencial Salvação, às margens da rodovia Fernando Guilhon, em Santarém, oeste do Pará, foi entregue com obras incompletas pelo Governo Federal. O programa habitacional do ‘Minha Casa, Minha Vida’ deveria trazer qualidade de vida e concretizar o sonho de uma vida melhor por meio da casa própria, mas está causando transtorno e pesadelo aos moradores. A obra completa dois anos neste sábado, 5, e foi entregue pela então presidente Dilma Rousseff pouco antes de sua cassação.
A empresa ‘Em Casa’ é a responsável pela obra e recebeu do Governo Federal quase R$ 200 milhões para a conclusão. O certo é que a obra foi entregue sem postos de saúde, praças, escolas, creches, espaços de lazer e esporte e feiras. Sequer uma árvore foi plantada pela empresa antes da entrega das casas. O empreendimento possui 3.081 unidades e abriga cerca de 10 mil pessoas.
Nossa reportagem recebeu diversas reclamações de moradores sobre a estrutura do Residencial que foi abandonado pela empresa “Em Casa”. O que ficaram foram apenas problemas para serem resolvidos pelo poder público municipal.
Nossa reportagem apurou que a obra tem garantia de cinco anos. No entanto, o empreendimento completa neste sábado (05), dois anos ainda sem sua conclusão executada pela “Em Casa”.
A Prefeitura Municipal deverá acionar a Caixa Econômica Federal que assinou contrato com a empresa para ter seus gastos ressarcidos, haja vista que a empresa recebeu pelo o que não fez. Nossa reportagem tenta contato com a empresa para saber sua versão sobre o abandono da obra.