Oficina de artesanato com produtos recicláveis capacita usuárias do Creas

Foram repassadas técnicas de confecção de arranjos de flores artificias com produção de material de baixo custo.
O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) do bairro de Fátima, em Óbidos, oeste do Pará, realizou oficina com usuárias acompanhadas por meio do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família e Indivíduos (Paif), voltado para pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados.
Durante dois dias, 11 mulheres que são acompanhadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) na unidade, receberam instruções para reutilizar materiais recicláveis e confeccionar arranjos de flores artificiais para vasos, utilizando garrafas pet.
Segundo a psicóloga que coordenou a atividade, Tárcia Vasconcelos, a oficina teve o objetivo de incentivar as usuárias a aprenderem técnicas de confecção dos arranjos com produção de material de baixo custo, estimulando ações que preservem o meio ambiente e despertem o empreendedorismo das participantes. “O objetivo dessa oficina é incentivar as participantes a aprenderem essa atividade que além do lado da preservação ambiental, tem também o lado da renda pessoal dessas famílias. Oportunizando meios para melhorar a renda dessas pessoas”, enfatizou a psicóloga.
Para a usuária Eliene Coelho, a oficina surgiu como uma oportunidade ímpar. Com a perspectiva de transformar a atividade em uma fonte de renda, Elcilene diz que a Feira do Empreendedor realizada todos os domingos na praça José Veríssimo no centro da cidade, pode servir como vitrine para a produção. “Podemos fazer esses arranjos e levar o nosso trabalho pro povo obidense ficar sabendo e a feira é uma boa oportunidade pra divulgar e quem sabe até comercializar esses arranjos”, disse.
Edivana de Almeida que há quase dois meses é atendida pelo Creas, disse que além de aprender um novo ofício, agora, mudará o destino que antes era dado para as garrafas pet em sua casa. “Aprendi que podemos fazer muitas coisas bonitas com uma simples garrafa de plástico. Fizemos flores lindas e agora eu não vou mais jogar fora essas garrafas. Sei que elas têm uma utilidade muito grande ao invés de poluir o meio ambiente”, falou a autônoma.
Os projetos desenvolvidos pelo Creas por meio do Paif, vêm garantindo um melhor acompanhamento das famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade, ao mesmo tempo em que incluem esses grupos familiares em programas socioassistenciais oferecidos pela Prefeitura de Óbidos, por meio da Semdes. “Projetos como esse de reutilização de materiais recicláveis são apenas uma das atividades desenvolvidas pelo Creas que oferta ainda atendimentos com psicólogos, assistentes sociais e advogados. Um suporte completo e votado para atender essas pessoas que tiveram algum tipo de violação dos seus direitos”, explicou o auxiliar social Ronielson Nunes.
O Centro de Referência Especializado de Assistência Social do bairro de Fátima, fica localizado na travessa Liberdade, s/n, e realiza atendimentos de segunda a sexta-feira de 8h às 14h.
Fonte: RG 15/O Impacto e Ascom/PMO