Estrutura precária no Bosque da Vera Paz afasta turistas

Estrutura atingida por incêndio compromete presença dos visitantes
No fim do mês de julho, os moradores do bairro do Laguinho e os frequentadores do Bosque da Vera Paz, em Santarém, que deveria ser um dos mais belos cartões-postais da cidade, receberam com muita felicidade a notícia que a Polícia Militar ocuparia no local, a sala que abrigava anteriormente, um espaço para atendimento e informação ao turista.
Contudo, apesar da melhoria na segurança pública, problemas na área de infraestrutura do logradouro público, tem impossibilidade que a população e os visitantes estejam bem amparados. Quadra de esporte, por exemplo, espaço destinado ao lazer da juventude está com piso comprometido, o alambrado retorcido e os acessórios danificados.
Às margens da Avenida Tapajós, observamos alguns equipamentos da academia pública, que infelizmente, há muito tempo deixou de ser referência para a prática de exercícios físicos dos moradores. O espaço degradado, não somente pela falta de um projeto de qualidade de vida, com a disponibilização de um educador físico no local, mas pelos equipamentos danificados, que não recebem manutenção alguma.
Ainda segundo os frequentadores do Bosque da Vera Paz, são constantes a falta de iluminação e limpeza pública. Um matagal, entremeado com lixo acumulado nas águas do Rio Tapajós, deixam uma perspectiva negativa para aquela que poderia ser uma das melhores contemplações e vista da orla da cidade.
REFORÇO NA SEGURANÇA: No dia 19 de julho, o prédio onde está funcionando a 2ª Companhia Orgânica do 3º Batalhão de Polícia Militar, foi entregue pela Prefeitura de Santarém. As instalações ficam em um prédio público da Prefeitura, localizado no Bosque Vera Paz, na Avenida Tapajós. A parceria entre administração municipal, comunidade e PM visa reforçar a segurança na área, primando pela proteção do cidadão santareno, a sociedade em geral e os bens públicos.
A iniciativa foi bem recebida e comemorada pelo representante da Associação de Moradores do Laguinho, Jurandir Azevedo. “Era o que esperávamos. Parabéns à Polícia Militar que ouviu nossas reivindicações por mais segurança e também ao prefeito Nélio Aguiar que aceitou o acordo com o Governo do Estado para que se colocasse essa base da PM aqui para minimizar tantas situações que já ocorreram aqui no bosque. A Secretaria de Turismo também está nos acompanhando e quer trabalhar pelo turismo da área. Aqui nós vamos fazer nossa parte enquanto comunidade, que é zelar por essa área”, ressaltou.
A 2ª Companhia vai funcionar 24 horas com revezamento de policiais. “Temos de nos aproximar do cidadão. A ideia é que cada Batalhão, 3º e 35º atuem com suas companhias orgânicas fora do quartel. Estaremos mais perto das pessoas, mais perto do Centro Comercial buscando mais segurança para todos’”, afirmou o comandante do CPR1, Coronel Héldson Tomaso.
O prefeito de Nélio Aguiar parabenizou a Polícia Militar pelos resultados positivos obtidos em Santarém e região e enfatizou que a parceria vai trazer benefícios para a população. “A Polícia Militar tem nos mostrado resultados positivos em Santarém, reduzindo a criminalidade. Graças a esse trabalho ostensivo, inclusive totalmente na contramão da capital Belém onde vemos que aumenta a insegurança, mas em Santarém é diferente. Precisamos ter a consciência de fazer sempre esse trabalho conjunto entre a comunidade, prefeitura e outros órgãos. A comunidade fica feliz quando tem a Polícia Militar mais perto. E aqui é um ponto estratégico não só para o Laguinho, é uma área bastante movimentada. A Orla após concluída vai gerar um aumento de transeuntes, e reforçar a segurança é essencial”, finalizou o prefeito Nélio.
Para Jurandir Azevedo, atual presidente AMBAL (Associação de Moradores do Bairro do Laguinho), o local há tempos tem sido esquecido, e parece que as coisas estão mudando.
“Nós recebemos a base da Polícia Militar, era um sonho a comunidade, dos moradores que frequentam lá terem justamente a presença constante da Polícia naquele local, e graças a Polícia Militar com seu empenho conseguiu essa parceria entre o Estado e o Município e colocou a sua base naquele local, nós notamos agora que depois que a Polícia chegou no local, melhorou bastante, o povo está voltando a frequentar o bosque, pois se sentem seguros. Justamente pela resposta do governo municipal, que está incumbido de melhorar a estrutura daquele local para que ele volte a ser como era. Já melhorou muito, e vai melhorar muito mais, era isso que estávamos precisando”, finalizou.
Por Edmundo Baía Júnior
Fonte: RG 15/O Impacto