DEU NO BOCÃO - IMPACTO

quinta-feira, março 24, 2016 0 Comments

PELO MAL DE SANTARÉM
Porra, Chicão. Me falaram que o Procurador Geral do Município é contra o progresso de Santarém, ou está se pelando de medo do Ministério Público. Ele é contra a classe empresarial. Chicão, ele não possui conhecimento técnico e argumento suficiente para impedir que os veículos estacionem nos acostamentos da zona urbana da cidade. Ele aprova exigência ilegal de uma servidora que obriga o pagamento antecipado que vai vencer em 31.03.2016, para as empresas se habilitarem no Simples.
PELO MAL DE SANTARÉM 2
Dr. Piroga, o argumento dela é que as empresas estão com pendências na Prefeitura, mesmo com a taxa a vencer. É um absurdo, a obrigação principal, senhor Procurador, é o pagamento e não o simples papel transformado em Alvará. Dr. Piroga, fiquei sabendo que a Secretária quer cobrar alvará por atividade, se a empresa tiver 10 atividades, serão 10 alvarás, mesmo que as atividades não estiverem sendo exercidas.
PELO MAL DE SANTARÉM 3
Dr. Piroga, o Procurador não entende dessa área e aprova a irregularidade dessa servidora de visão curta. Chicão, o prefeito Alexandre sabe e também aprova essa ilegalidade. O prefeito Alexandre e o Procurador querem o mal de Santarém, quando consideram vencimento a vencer em 31.03. 2016, como situação de pendência no sistema do órgão.
PELO MAL DE SANTARÉM 4
Chicão, os empresários não vão apoiar o prefeito Alexandre Von para reeleição, pois ele é contra o desenvolvimento de Santarém e contra a classe empresarial. Dr. Piroga, é bom que aconteça isso, ele não quer geração de emprego, seus métodos e do Procurador são com o propósito de acabar com a economia e geração de emprego. Os vereadores deveriam implantar uma CPI para analisar os valores repassados a empresa do Lixo e diligenciar os extratos bancários da empresa, para saber o destino dos valores que saem da conta corrente. Façam isso, senhores vereadores, que vocês podem tomar um tremendo susto.
bocão 06PELO MAL DE SANTARÉM 5
Dr. Piroga, os empresários estão revoltados com o Procurador que tudo dificulta para o crescimento da economia. Sem nenhuma experiência empresarial impede o crescimento econômico. Tu sabias, Chicão, que nas reuniões no Ministério Público ele atrapalha com sugestões simplórias e sem sentido, quando alega que a culpa é do engenheiro que construiu as casas e os pontos comerciais. Porra, Dr. Piroga, a culpa é da Prefeitura que deixou construir e liberou o alvará. Um empresário revoltado me falou que o Procurador Geral tem dinheiro para contratar engenheiro para construir sua mansão, os proprietários da Cuiabá não têm dinheiro. É uma diferença muito grande e um argumento sem base legal, pois o erro foi do poder público e agora o Procurador quer sacrificar os moradores.

Por: Emanuel Rocha

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.