MURAL DO POVO ( IMPACTO)

quarta-feira, abril 06, 2016 0 Comments

(Márcia)
“Abriu um buraco no asfalto e um dos pneus de um caminhão ficou preso em um buraco, na Avenida Bartolomeu de Gusmão, no Jardim Santarém. A via foi interditada. A carreta está atravessada na rua. Culpa é do buraco do Von. Fica no segundo quarteirão descendo a Drogaria Planalto. Recentemente quebraram o asfalto da via para fazer uma obra. Queremos que a rua seja recuperada o mais breve possível”.
(Adelino)
“Eu até agora não consigo imaginar a mente dessas pessoas que sabe que é proibido circular de carro e motocicleta nas praias da cidade, mas insistem em burlar a lei municipal. Na tarde de domingo, 3, sete motoqueiros foram visto circulando na Praia do Juá. Como a cheia do rio Tapajós está muito fraca neste ano, o juá ainda tem praia. Por causa disso os motoqueiros aproveitam para circular no local. A SEMMA deve fiscalizar a ação desses motoqueiros. Enquanto eles não tiverem as motocicletas apreendidas, eles não vão parar com essa prática de ficar circulando nas praias”.
(Márcia Cristina Ximenes)
Com a forte chuva dessa madrugada e manhã de hoje, posso imaginar o sofrimento dos moradores dessa área da cidade. Saíam da tenda Prefeito e Governador, vão ver o que seus eleitores estão passando. Depois não se queixem dos resultados nas urnas, pois como sou liderança  forte no meu bairro, família, empresa e escolas, já estou fazendo suas caveiras. Puro descaso com a população. Milagre não existe. Existe trabalho focado em resultado, e isso, poucos sabem fazer, pois quem está assumindo cargos públicos no Brasil, não tem experiencia em administrar nada”.
(Míriam – Caranazal)
“Já faz bastante tempo que a população é vitima de pessoas que roubam motocicletas e saem pela cidade praticando assaltos. Esse ‘modus operandi’ desses bandidos deve ser visto com mais atenção por parte das autoridades policiais. A gente vê nos noticiários da cidade sempre a mesma coisa: duas pessoas portando arma de fogo chegam em um determinado estabelecimento comercial, ameaçam as vitimas e roubam dinheiro e objetos, principalmente celulares. Então, está na hora dessa prática delituoso ser combatida, até porque a população está assustada com tantos assaltos na cidade”.
(Abelardo)
Mural-lagoanysio“O prefeito Alexandre Von prometeu em sua campanha que construiria na Avenida Anísio Chaves, a chamada pista do Lazer. Passados quase quatro anos, a única coisa que existe no local é um canteiro central mal feito e que nos dias de chuva alaga e vira prato cheio para os mosquitos. Uma verdadeira piscina olímpica debaixo do nariz do prefeito e dos nossos vereadores. Será que dos seus gabinetes não é possível ver que do outro lado da rua há perigo para a população?”.
(Cabral)
Mural-LixoAnysio“No cruzamento com Avenida Jasmin, em frente à Igreja da Paz, além dos entulhos da obra no canteiro, o local convive com muito lixo. São inúmeros copos descartáveis, garrafas plásticas que são jogadas ao chão, em uma área onde trabalham vendedores ambulantes durante os cultos e eventos. Neste trecho,  em dias de grande movimento, principalmente, aos domingos, o tráfego fica prejudicado pelo grande fluxo de veículos, sem nenhum apoio dos órgãos de trânsito. Cabe aos voluntários da igreja, e muitas vezes sem sucesso, tentar ordenar a circulação no local”.
(Assis)
“Há alguns anos os profissionais de educação do município estão sendo prejudicado pelo não cumprimento do Plano de Cargo, Carreiras e Remuneração (PCCR), progressão vertical, entre outras coisas. Isso faz com que a classe dos profissionais fique totalmente prejudicada. O salário dos professores do município está defasado. Então queremos uma posição e solução por parte do Município. A Câmara Municipal se comprometeu no ano passado que ia reformular esse plano, mas isso não ocorreu”.
(Fonseca)
lixo“LIXO NO PORTO  – Passeando pelo Porto do DER, próximo a obra do novo porto, deparei-me com esta imagem. São inúmeros sacos, com grande quantidade de lixo plástico: garrafas, copos e embalagens em geral. Percebi também que há garrafas de bebida alcoólica que são de vidro e podem trazer o risco de alguém se ferir. Como perguntar não ofende, gostaria de deixar alguns questionamentos: Quem será o autor ou os autores deste acúmulo de lixo? Será que não houve o bom senso de deixá-los de outra maneira que não fosse esta para serem recolhidos? Será que há coleta de lixo nesta área? As embarcações que fazem linha e atracam neste porto, estão cumprindo o que determina a legislação ambiental? Pelo visto, muitos questionamentos e nenhuma resposta. Espero que O Impacto leve meu recado para as autoridades e quem tiver competência para resolver isso, que faça imediatamente”.
(Raimundo)
“Essa crise política que se instalou no Brasil pela disputa do poder já está na hora de acabar. Falta consciência dos políticos de que o Brasil não pertence a eles, mas ao povo brasileiro. Cunha, Calheiros, Lula, Dilma, Aécio e demais políticos nocivos ao desenvolvimento do Brasil deve ter consciência e pedir pra sair. Hoje, o que mais se cogita na mídia nacional e na Operação Lava Jato, é a queda do PT. Porém, falta ser dada atenção especial a queda de outros partidos também, onde existem grandes caciques da política nacional e, que de todas as formas tentam frear o crescimento do País. Partidos como PSDB, DEM e PMDB também devem pedir pra sair da política nacional. Quem perde com a crise não são os políticos, mas o povo brasileiro, desde crianças até idosos. O País tem que ficar livre desses políticos nocivos a nação!”
(Giovane Santos)
“Essa questão da falta de médicos pediatras no complexo do Hospital Municipal de Santarém (HMS) e Pronto Socorro Municipal (PSM) já faz algum tempo. Pelo que vejo parece que nada está sendo feito para solucionar o problema. Enquanto isso pais de crianças de colo procuram o hospital em busca de tratamento, mas dão com a cara na parede. Quando eles chegam  ao hospital são informados de que não tem pediatra. No inicio desta semana uma mulher levou uma criança em busca de atendimento no HMS, mas quando ela chegou lá foi informada de que não tinha médico com aquela especialidade. Inconformada e chorando porque a criança estava com febre alta, a mulher e seu marido voltaram para sua residência pedindo a Deus que desse a melhora do bebê de 7 meses de vida”.
(Jocélio)
Foto1242 - Cópia
“Nós moradores da avenida Marajoara, próximo a esquina com a Frei Vicente, no bairro aeroporto velho, fomos obrigados a bloquear a via, pois a mesma está em péssimas condições. Depois de tanta solicitação a prefeitura, nada foi feito, a nossa última alternativa foi fazer este protesto. Solicitamos que as autoridades possam encaminhar uma solução para o problema, pois a rua é de extrema importância, inclusive local onde passa a linha de ônibus. Nossos filhos estavam correndo perigo! ”
(Aldo)
“Na hora de colocar placa de inauguração de sala de embarque, esse prefeito de fachada de Santarém, o ‘Bom’ fez questão de colocar, agora quero ver se ele vai ter ‘brio’ de buscar formas de Santarém não sofrer essa perda tão grande! Isso me causa revolta, um aeroporto internacional, recém-reformado, perder voos importantes. Já não chega a viagem de Santarém a Belém pela TAM, ter que fazer conexão em Brasília, aumentando o tempo de voo em quase 4 horas a mais! E ainda alguns lutando para Santarém ser capital de um Estado. Antes de pensar em criar um Estado, deve estruturar a região onde pretende criar esse estado! Nunca vi começar uma casa pelo telhado. Se não houver um bom alicerce, uma boa infraestrutura, um novo Estado já nasce quebrado!”
(Jurandir)
“Esse grande índice de violência nas cidades do Pará é fruto do descaso do Governo do Estado. Aqui em Santarém a gente percebe em plena orla da cidade pessoas vendendo e consumindo drogas. Na área do Bosque da Vera Paz até estudantes a gente vê consumindo drogas. Não é só Belém, Altamira e Marabá que estão entre as cidades mais violentas do Pará, em Santarém também está faltando segurança pública. Isso é preocupante, porque os jovens estão entrando muito cedo no vício. Além disso, o tráfico de drogas gera outros tipos de violência, como assaltos, roubos e furtos”.
(Sandra)
“Essa questão de Santarém aparecer entre as piores cidades do Brasil em relação a água tratada pode ser observada a poucos minutos do centro comercial. Nos bairros Nova República, Amparo e, em algumas áreas da Grande Prainha a população padece com a péssima qualidade da água. Para mim esse problema da água, que não é potável, não é nenhum segredo. Aqui no Mapiri as pessoas padecem com dor de barriga. A água é o principal vilão dos moradores. Agora fica o questionamento: Quem é responsável pela distribuição de água tratada na cidade? Até porque a Cosanpa não faz nada para resolver o problema.

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.