Caras de pau

sábado, agosto 13, 2016 0 Comments


A quando da campanha presidencial de 2014, o larápio e toxicômano Aécio Neves acusou o governo petista de aparelhar os cargos do serviço público e o fazia porque contava com a cumplicidade das gangues midiáticas que jamais registraram quantos cargos foram preenchidos através das centenas de concursos públicos feitos durante esses governos petistas, bem como jamais registraram o preenchimento de cargos comissionados por até 60%  de servidores de carreira.

Curioso que até hoje o dito larápio vale-se dessa blindagem midiática para ocultar sua relação clepto/feudal com a estatal de Furnas, modelo acabado de assalto da coisa pública feito por um particular, o oposto do cínico discurso de austeridade que o tal drogado faz.

Recordo desse fato agora vendo só nesta semana que vai se encerrando dois tucanos, prefeitos dos dois maiores municípios do estado do Pará, juntos somando mais de 2 milhões de habitantes, serem admoestados pelo Poder Judiciário e Ministério Público pela prática do mais abjeto empreguismo, vulgo aparelhamento partidário do espaço público.

O de Belém, reprovado pela justiça que determinou tornar sem efeito a exoneração dos servidores temporários, admitidos através de processo seletivo, para exercer serviços de inadiável necessidade, bem como que se eximisse nomear substitutos  sem qualquer critério técnico, tudo indica, apenas no atendimento de necessidades eleitoreiras; e o de Ananindeua, para que nomeie os quase mil aprovados em concursos públicos, a grande maioria esperando já há quatro anos, ao mesmo tempo que exonere a legião de apaniguados e remunerados deforma suspeita com dinheiro público.

Isso comprova como essa quadrilha privata é cara de pau e cínica o suficiente pra gritar pega ladrão! com o produto do roubo nas mãos. Revoltante!

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.