E o Estado do Tapajós?

Estou aguardando ansiosamente que haja encontros, seminários, palestras e outros atos do atual Prefeito e de um empresário – hoje exercendo um cargo público e que pregou com empáfia que nunca abandonará a luta – para convencerem os que não são  seus bajuladores, que de fato este é o propósito. Quando vir esses atos, me curvo aos fatos. Sem isso, digo e repito: É tudo verberação de quem só olha para si, mesmo vestindo a roupa de cordeiro.