Bandeira fala em 2017 sem Maracanã: “Se necessário, vamos rodar o Brasil”

quinta-feira, novembro 10, 2016 0 Comments

Enquanto o governo do estado, a Odebrecht e a Lagardère ajustam os ponteiros pela venda da concessão do Maracanã, o Flamengo discute saídas para encontrar campo para jogar no ano que vem, com Primeira Liga, Campeonato Carioca, Brasileiro, Libertadores e Copa do Brasil pela frente. Irredutível quanto à negociação com os possíveis novos concessionários do Maracanã, o presidente do Flamengo afirma que o clube procura solução e que pode sim repetir o “bye bye, Brasil”, versão 2017.
- Vamos trabalhar numa alternativa, não podemos dizer qual é. O ideal é pensar positivamente e trabalhar com a hipótese de que o Flamengo terá o Maracanã.  Se for necessário, vamos rodar o Brasil, sim. Não passa pela cabeça do Flamengo de o clube ser chantageado e se submeter a valores e princípios que não têm a ver com os do clube.

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.