Comitê Intertribal avalia como viável a realização dos jogos indígenas em Alter do Chão e Parque da Cidade

quinta-feira, janeiro 26, 2017 0 Comments

“Estamos buscando uma parceria para fazer os Jogos Indígenas Nacionais. Há muitos anos tem se pensado em fazer os jogos aqui em Santarém e em Alter do Chão que já conhecíamos muito por fotos. A cidade oferece condições de locais de natureza, como é o ambiente nas nossas aldeias, e esse é o primeiro ponto a ser avaliado. Conversei com a secretária de Educação e o secretário de Turismo para que eles saibam o que a gente quer fazer”, declarou Carlos Terena.
Visita dos representantes dos Jogos Indígena Nacional no Parque da Cidade
Antes de andar pela vila, Carlos Terena e João Paulo Bhering, diretor operacional e de Marketing do Ministério do Esporte, reuniram com a secretária municipal de Educação, Marluce Pinho; o coordenador do Núcleo de Esporte e Lazer, José Maria Lira; o secretário municipal de Turismo, Pablo Barrudada; e o agente distrital de Alter do Chão, José Carlos Zampietro, ocasião em que explicaram que um dos motivo da escolha de Santarém para sediar os jogos é poder mostrar a beleza da Amazônia brasileira, pois será a primeira vez que os Jogos serão realizados na Amazônia.
“Realizando os Jogos aqui, estaremos fazendo os jogos verdes dos povos indígenas. Vamos ver como operacionalizar isso, tanto a nível municipal quanto nacional e mundial, já que a gente quer fazer um encontro aqui com os técnicos de vários lugares do mundo que vão trabalhar conosco nos jogos mundiais dos povos indígenas que serão realizados em julho, no Canadá”, frisou Carlos Terena.
A ideia de fazer os jogos em cidades é que o povo possa conhecer os indígenas que moram nas aldeias, onde muitos inclusive, nem falam a língua portuguesa. O interesse é fazer uma interação com a sociedade, partindo do princípio de que os jogos unem as pessoas e permitem conhecer o índio por meio das culturas tradicionais e dos seus saberes. Do contrário, os jogos seriam realizados dentro de uma aldeia.
João Paulo Bhering informou que o Ministério do Esporte vai entrar como parceiro do Comitê Intertribal. Após todo o projeto pronto, ele será apresentado ao Ministério para captação dos recursos necessários junto à Secretaria de Inclusão Social.
A ideia do Comitê Intertribal é realizar as modalidades de: corrida com tora, lançamento de lanças e futebol, bem como uma feira de artesanato indígena, nos espaços esportivos do Parque da Cidade. Já as provas de natação e canoagem em Alter do Chão.
Para preparar Santarém e Alter do Chão para receber os Jogos Indígenas Nacionais que devem reunir cerca de 1.100 atletas de várias etnias de todo o Brasil, um comitê local será formado com representantes da Semed, Semtur, Semc, Seminfra, órgãos de segurança, entre outros.

Fonte: RG 15/O Impacto

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.